Quase a fazer 40 anos de idade, Rodrigo Amarante é considerado um dos músicos, compositores e intérpretes mais influentes da sua geração. A conceituada revista Rolling Stone inclui o “Ruivo” (como é conhecido na gíria) na lista dos 100 artistas mais importantes da história da música brasileira.

Foi um dos Los Hermanos, fundou os Orquestra Imperial com Moreno Veloso e Seu Jorge e, mais tarde, uma banda com sede na Califórnia chamada Little Joy — com o compatriota Fabrizio Moretti (baterista dos The Strokes) e com a norte-americana Binki Shapiro.

Nos anos que passou nos Estados Unidos da América, também compôs e tocou com Devendra Banhart, antes de se dedicar àquele que foi o primeiro álbum em nome próprio, Cavalo (2014), um disco muito bem recebido pela crítica e que deverá ser ainda a base da próxima digressão em Portugal, com início no final de junho. Mas Rodrigo Amarante já fez saber que está a gravar música nova, pelo que são de esperar algumas surpresas.

Esta é a lista completa da digressão “Voz e Violão” em Portugal:

28 junho – Teatro Tivoli BBVA, Lisboa
29 junho – Teatro das Figuras, Faro
30 junho – Teatro José Lúcio da Silva, Leiria
1 julho – Teatro Aveirense, Aveiro
2 julho – Theatro Circo, Braga