Só arranca esta sexta-feira mas o espetáculo começou dois dias antes, para imprensa e convidados. A IFA decorre este ano entre os dias 2 e 7 de setembro, em Berlim, Alemanha, vai na 56ª edição e é uma das maiores feiras de eletrónica de consumo do mundo. É uma montra gigante de novidades, produtos que procuram projeção ou estão para entrar no mercado europeu nos próximos meses.

É este o palco escolhido pelas grandes marcas de eletrónica para dar a conhecer desde as smart things (telemóveis e relógios), passando pelos televisores e sistemas de som, eletrodomésticos de cozinha e lavandaria. Esta quarta-feira, a Samsung fez um evento especial para apresentar o novo smartwatch Gear S3. É por ele que começamos.

Esta nova versão do Gear S estará disponível ainda este ano (preço não anunciado) em dois modelos, Classic e Frontier. O primeiro, inspirado nas linhas clássicas de um relógio tradicional, tem um ecrã Super AMOLED com 1,3 polegadas (360 x 360, 278 ppi) revestido com Gorilla Glass. É um relógio grande mas, porque se podem escolher muitos fundos de ecrã diferentes, poderá ficar bem num pulso mais fino.

Bem vistas as coisas, se fosse mais pequeno pouco se poderia fazer com ele, pelo menos de uma forma prática. Teremos oportunidade de o analisar com mais tempo e detalhe, mas a primeira impresão foi bastante boa. É leve (aproximadamente 60 gramas), parece bem construído, a “roda” que faz girar os menus está bem integrada e a navegação do sistema operativo Tizen (tecnologia propriedade da Samsung mas compatível com Android) bastante fluida.

Uma primeira impressão positiva a que se tem de acrescentar alguns dados técnicos: o modelo Classic tem GPS, Bluetooth 4.2, NFC, acelerómetro, giroscópio e barómetro; tem 4GB de memória interna, 768MB de RAM, é resistente à água e ao pó e a bateria, de 380 mAh, dá para até quatro dias de utilização normal.

O modelo Frontier tem uma imagem mais moderna e, além das características técnicas do Classic, tem um extra que faz toda a diferença: ligação 3G e 4G, ou seja, não é dependente do telemóvel. Com o Gear S3 Frontier é possível sair de casa sem o smartphone, ligar o auricular Bluetooth para fazer chamadas ou ditar e escrever mensagens. A ligação à rede estará, para já, limitada aos EUA e à Coreia do Sul — outros países se seguirão, à medida que as operadoras começarem a suportar cartões SIM embutidos no aparelho.

[jwplatform C4MS5NQ8]

Não é uma novidade, mas esta “independência” dos smartwatches é um passo importante, agora reforçado por uma marca da envergadura da Samsung. Os “relógios inteligentes” são cada vez mais bonitos, intuitivos e práticos, têm baterias que não se esgotam num dia útil e, também por isso, já não são apenas uma mania, mas uma tendência empurrada pela indústria para dar resposta aos apelos dos consumidores. A avaliar pela receção que os Gear S3 tiveram em Berlim, este é um gadget que veio para ficar.

O Observador está presente na IFA a convite da Samsung