Dark Mode 195kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Mentiram ao irmão de Diana. Afinal, William e Harry não queriam caminhar atrás do caixão da mãe

Este artigo tem mais de 3 anos

Conde Spencer, o irmão da Diana, afirma que os oficiais da Casa Real lhe garantiram que William e Harry queriam caminhar atrás do caixão da mãe, durante o funeral. Era falso, eles jamais o esqueceram.

i

William, atualmente duque de Cambridge, tinha 15 anos, e o príncipe Harry, 12 anos, quando a sua mãe, a princesa Diana, morreu num acidente de carro em Paris, a 31 de agosto de 1997

AFP/Getty Images

William, atualmente duque de Cambridge, tinha 15 anos, e o príncipe Harry, 12 anos, quando a sua mãe, a princesa Diana, morreu num acidente de carro em Paris, a 31 de agosto de 1997

AFP/Getty Images

O Conde Spencer, irmão de Diana de Gales, afirmou que lhe mentiram sobre a vontade de William e Harry quererem caminhar atrás do caixão da mãe durante o funeral.

Numa entrevista à rádio Today, conde afirmou que achava que a caminhada de William e Harry durante o funeral da sua mãe era algo “bizarro e cruel”. Admitiu que tinha levantado objeções, mas que as autoridades reais afirmaram que era um desejo dos filhos de Diana.

Para ele mesmo também não foi fácil ir atrás do caixão da irmã. Descreveu o momento como “a meia hora mais horrível da vida” e reconheceu que ainda tinha pesadelos com o “evento angustiante” que aconteceu há quase 20 anos, citado pela BBC.

Mas, Spencer afirmou que aquilo que foi horrível para ele deve ter sido “um milhão de vezes pior” para William e Harry.

William, atualmente duque de Cambridge, tinha 15 anos e o príncipe Harry 12, quando a mãe, a princesa Diana, morreu num acidente de carro em Paris, a 31 de agosto de 1997.

Spencer afirmou que a sua irmã não teria querido que aquilo acontecesse. “Mentiram-me, disseram-me que eles [William e Harry] o queriam fazer, é claro que não queriam, mas eu não percebi isso”, afirmou citado pelo The Guardian.

Na mesma conversa, Conde Spencer revelou que já existiram quatro tentativas de invasão do túmulo de Diana, ao longo dos últimos 20 anos.

Spencer afirmou que a decisão de enterrar o corpo de Diana numa ilha em Althorp, propriedade da família, onde passou a infância, foi tomada para proteger a sua privacidade. Acrescentando, segundo o The Telegraph, que era um lugar “mais seguro” e que estava descansado por todas as tentativas de invasão terem sido descobertas a tempo.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.