Uma hora antes de a SpaceX ter lançado com sucesso o foguetão mais poderoso do mundo, a companhia de Elon Musk colocou em direto a câmara instalada no Tesla Roadster vermelho-cereja que está neste momento a caminho de Marte para ficar em órbita entre a Terra e o planeta vermelho em redor do Sol. Agora, toda a gente pode ver em tempo real a vista que Starman, nome do manequim sentado no lugar do condutor, tem para o nosso planeta.

Tanto o carro, que é o Tesla pessoal de Elon Musk, como o manequim vestido com o fato espacial desenvolvida pela SpaceX serviram como simulador de carga posto a bordo do poderoso Falcon Heavy para o voo de teste. Normalmente, as agências espaciais e companhias privadas colocam blocos de cimento no interior dos veículos quando testam os veículos espaciais que pretendem lançar para o espaço, mas Elon Musk quis fazer isso “de forma mais divertida”. Agora, há um Tesla algures entre Marte e Terra que vai ficar em órbita em redor do astro rei, mas sem perigo de ceder à gravidade dos planetas nem de contaminar o Planeta Vermelho com seres vivos ou vírus terráqueos.

[Um Tesla no espaço ao som de Bowie e a aterragem perfeita de dois impulsionadores. Reveja neste vídeo as imagens mais fascinantes desta odisseia]

[jwplatform 1Nfr0M6g]

O manequim que vemos nas imagens — que surge no vídeo alternado com gráficos criados pela SpaceX para explicar o andamento da missão — herdou o nome de uma canção que David Bowie lançou em 1972 e que diz: “Há um homem no espaço à espera no céu. Ele gostava de vir cá e visitar-nos, mas tem medo de nos surpreender”.

Esta é mais uma homenagem que a SpaceX presta a David Bowie, já que também no momento do lançamento a canção a bordo do Falcon Heavy era “Space Oddity”, de 1969. O tema, que surge no álbum homónimo, foi editada precisamente no ano em que o Homem chegou pela primeira vez à Lua. Mais recentemente, o astronauta Chris Hadfield — o primeiro do Canadá a participar numa expedição na Estação Espacial Internacional — cantou a “Space Oddity” no espaço e gravou um videoclip a partir da estação.

Embora já se soubesse que o Tesla pessoal de Elon Musk ia estar a bordo do Falcon Heavy, só na segunda-feira é que o empresário revelou nas redes sociais que iria haver um passageiro no lugar do condutor. Junto ao volante, Spaceman tem um quadro negro que diz: “Don’t Panic”, que em português significa “não entres em pânico”. Vai correr tudo bem.