315kWh poupados com o
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo MEO

Veja as melhores ofertas de telecomunicações aqui.

Áudio polémico leva Pedro Silveira a renunciar a cargo na lista de Frederico Varandas

Este artigo tem mais de 3 anos

Pedro Luciano Silveira, que seria vogal do Conselho Diretivo em caso de vitória da Lista D, de Frederico Varandas, renunciou ao cargo na sequência de um áudio onde é autor de declarações polémicas.

i

NUNO FOX/LUSA

NUNO FOX/LUSA

Pedro Luciano Silveira, que seria vogal do Conselho Diretivo do Sporting em caso de vitória da Lista D, encabeçada por Frederico Varandas, renunciou ao lugar que ocupava, em comunicado publicado durante a tarde desta segunda feira no Facebook oficial da candidatura às eleições de 8 de setembro.

“Tendo em conta o excerto de um áudio que veio a público completamente retirado do contexto”, o coordenador da modalidade de ESports do Sporting comunica a “renúncia à candidatura aos órgãos sociais do Sporting Clube integrado na Lista D”. “Não quero que, de alguma forma, e quando há campanhas sujas em curso e inúmeras traições e taticismos, beliscar uma candidatura, uma equipa, um projeto, em que acredito, em que me revejo, que apoio de alma e coração e que nos coloca no caminho de vencer”, explica Pedro Silveira.

A decisão do presidente do Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Palmela e fundador e diretor-geral das empresas E2tech e BeInfluence chega no seguimento de um áudio polémico que foi divulgado e colocado a circular nas redes sociais, no qual, alegadamente, se ouve Pedro Silveira a proferir ameaças e utilizando linguagem imprópria.

“Quando a gente chegar lá acima vou ser um gajo do Conselho Diretivo, braço direito do Varandas”, explica, continuando: “A mim ninguém me descarta, car****. O que ainda não perceberam? No dia em que ele me descartar é o dia em que ele cai, é o dia em que ele leva no focinho. Ele como leva qualquer um. Vão apoiar o car****. Não preciso de vocês para nada”.

O caso foi denunciado pela Lista F, encabeçada por Dias Ferreira, que pediu esclarecimentos à candidatura de Frederico Varandas através de um comunicado sobre o tema.

A página está a demorar muito tempo.