Donald Tusk

Donald Tusk diz que comparar UE e União Soviética é insensato e insultuoso

O presidente do Conselho Europeu criticou a atitude do chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, por ter comparado o funcionamento da União Europeia com a União Soviética.

STEPHANIE LECOCQ/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, considerou esta quinta-feira que comparar a União Europeia com a União Soviética, como fez o chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, “é tão insensato como insultuoso”.

“A União Soviética tinha a ver com prisões e ‘gulags’, fronteiras e muros, violência contra os cidadãos e os vizinhos”, disse Donald Tusk numa conferência de imprensa com o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar. “A União Europeia tem a ver com liberdade e direitos humanos, prosperidade e paz, viver sem medo. Tem a ver com democracia e pluralismo, com um continente sem fronteiras nem muros”, acrescentou.

Tusk, que é polaco, disse que passou “metade da vida no bloco soviético”, pelo que sabe do que fala quando recusa as declarações de Jeremy Hunt.

Ao discursar no congresso do Partido Conservador, no domingo em Birmingham, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico acusou a UE de querer castigar o Reino Unido pelo ‘Brexit’ para “manter o clube unido”. “O que aconteceu à confiança e aos ideais do sonho europeu? A UE foi criada para proteger a liberdade. Era a União Soviética que impedia as pessoas de sair”, disse, citado pela BBC.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

União Europeia

A Europa Social em questão

António Covas

A UE terá de conceber e implementar, por via de uma “cooperação reforçada”, um programa de ação em matéria de espaço social europeu, à semelhança do que se fez com o mercado único ou a moeda única.

Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)