Duas vias do IC16 no sentido Pontinha-Belas, distrito de Lisboa, vão estar cortadas ao trânsito durante 15 dias para trabalhos de pavimentação do separador central ao quilómetro 2,9, onde ocorreu um abatimento de terras em 2018, foi esta segunda-feira anunciado.

O trânsito no Itinerário Complementar (IC) 16, estrada que liga Sintra a Lisboa, ficou condicionado em meados de dezembro de 2018 devido a um abatimento de terras ao quilómetro 2,9, na zona de Belas, no concelho de Sintra, e desde então só se circula numa das três faixas no sentido Pontinha-Belas.

Em comunicado, a Infraestruturas de Portugal (IP) avançou segunda-feira que irá realizar trabalhos de pavimentação do separador central ao quilómetro 2,9, “onde atualmente está implementado um constrangimento rodoviário”, de forma a duplicar o atual número de vias de trânsito à passagem no local.

“Para a realização dos trabalhos, que têm inicio no dia 5 de novembro, e por forma a garantir condições de segurança para os automobilistas e trabalhadores da obra, torna-se imprescindível proceder ao corte total de tráfego no sentido Pontinha–Belas do IC16 durante a execução da obra, que decorrerá por um período de 15 dias”, pode ler-se no comunicado.

De acordo com a IP, as obras vão ser realizadas em coordenação com a Câmara da Amadora, depois de em conjunto terem sido definidos “percursos alternativos de circulação que estão devidamente sinalizados no local e ao longo do trajeto”.

Segundo a empresa que gere as estradas portuguesas, a concretização da atual intervenção “irá assegurar uma melhoria das condições de circulação no IC16 até ser possível dar início à intervenção definitiva de substituição da passagem hidráulica existente ao quilómetro 2,9, cujo concurso público foi publicado em Diário da República no dia 04 de outubro”.

Esta obra definitiva, que deverá ter início até ao final do primeiro trimestre de 2020, tem, de acordo com a IP, “um preço base de 850 mil euros e um prazo de execução estimado de 170 dias”.