Está aí mais uma lista de vencedores anunciada pela Condé Nast Johansens, que na noite de segunda-feira, a partir do Hotel The May Fair, em Londres, divulgou os seus Prémios de Excelência 2020, com enfoque na Europa continental, zona do Mediterrâneo, Reino Unido e Irlanda  — e há três destinos portugueses a merecerem destaque nesta lista saída do Jantar Anual de Gala.

Para começar, os caminhos vão dar ao Minho, cenário da Torre de Gomariz Wine & Spa Hotel, que convence o setor no capítulo Best Countryside Hotel (ou Lodge), que é como quem diz o melhor alojamento em contexto rural. São 24 quartos em Cervães (Vila Verde, Braga) para aproveitar a partir de 140 euros.

É no Minho que a Condé Nast elege o melhor destino no campo @ Instagram Torre de Gomariz

E se a agulha apontar na direção da cidade, quem leva a melhor é o Olissipo Lapa Palace Hotel, em Lisboa, considerado o melhor Hotel Urbano, para uma experiência exclusiva (conte com diárias a partir de 350 euros) que acontece numa das sete colinas da capital e que revive o melhor espírito do século XIX (sem que a modernidade saia comprometida)

Uma imagem da Sala Columbano, a assinatura do luxuoso Olissipo Lapa Palace Hotel. O fresco no teto é da autoria de Columbano Bordalo Pinheiro @ Instagram Olissipo Lapa Palace Hotel

Finalmente, o Reader’s Award, o galardão concedido pelo público, que desta feita premeia o açoriano Terra Nostra Garden Hotel, nas Furnas, em São Miguel. Um pequeno paraíso insular desde 110 euros.

Há ainda uma série de outras categorias e premiados para descobrir e contemplar em férias futuras. O melhor destino para viagens em família, o reduto mais sustentável, o refúgio mais romântico ou ainda o sítio ideal para acolher uma festa de casamento fazem parte deste elenco, que pode consultar aqui.