O Fortuna Düsseldorf despediu esta quarta-feira o treinador Friedhelm Funkel, três dias depois da derrota caseira frente ao Bayer Leverkusen (3-0) e da queda para o último lugar no campeonato alemão de futebol.

O clube germânico diz ser uma reação a uma “crise desportiva”, desencadeada com a sexta derrota nos últimos oito jogos na Bundesliga.

Todos sabíamos que o nosso segundo ano na Bundesliga seria muito difícil e que estaríamos na luta pela sobrevivência. A época tem, no entanto, demonstrado que não estamos a ser capazes de conseguir os pontos que precisamos”, justificou o diretor desportivo, Lutz Pfannenstiel.

A equipa tem ainda o pior ataque do campeonato, apenas com 18 golos marcados em 19 jogos, e, a par do Paderborn, a segunda pior defesa, atrás do duo imediatamente acima dos lugares de despromoção, Mainz e Werder Bremen, ambos com 44 sofridos.

Friedhelm Funkel, de 66 anos, tinha assumido o Fortuna Dusseldorf em março de 2016, salvando o clube de descer à terceira divisão, e garantindo em 2017/18 a subida ao escalão principal, no qual foi 10.º na última época.