Pablo Forero vai reformar-se e foi nomeado João Pedro Oliveira e Costa como próximo líder da comissão executiva do BPI, informou o banco em comunicado enviado à CMVM esta segunda-feira.

“O Presidente da Comissão Executiva do Banco BPI, Senhor Pablo Forero, 64 anos, comunicou ao Conselho de Administração do Banco BPI a sua decisão de se reformar no final do seu mandato. O Conselho de Administração do Banco BPI, reunido em 4 de maio de 2020, tomou conhecimento desta intenção e decidiu indigitar para o mandato 2020-2022, em substituição do Senhor Pablo Forero, o Dr. João Pedro Oliveira e Costa, 54 anos, atual vogal do Conselho de Administração e da Comissão Executiva”, pode ler-se em comunicado enviado esta segunda-feira pelo banco.

“A eleição do indigitado presidente da Comissão Executiva só se concretizará depois da necessária aprovação das autoridades de supervisão”, acrescenta.

O Conselho de Administração manifesta o seu agradecimento ao Senhor Pablo Forero pelo excelente trabalho desenvolvido no seu mandato, que lhe permitiu concluir com absoluto êxito o processo de integração do Banco BPI no Grupo CaixaBank e melhorar todos os indicadores de solidez, rentabilidade e força comercial do Banco.

João Pedro Oliveira e Costa está no BPI há quase 30 anos, sobretudo em áreas comerciais. “Pelo seu caráter, competência e qualidades de liderança, será certamente um magnífico Presidente da Comissão Executiva e contará com o meu total apoio”, comentou Fernando Ulrich, presidente do Conselho de Administração, em comunicado de imprensa.

“Sei que conto com o apoio e a lealdade de uma grande equipa, que aprendi a respeitar ao longo de muitos anos de trabalho conjunto, baseado em valores e princípios muito fortes, que sustentam a distinta identidade do BPI”, acrescentou, antes de concluir: “conhecemos bem os desafios difíceis e o tempo de incerteza que nos esperam, mas sabemos também que podemos dispor dos recursos necessários para vencer e não duvidamos um segundo da nossa capacidade, da nossa vontade e da nossa determinação”, complementa João Pedro Oliveira e Costa.

Na despedida, Pablo Forero diz que “o BPI está num dos momentos mais fortes da sua história, muito motivado, bem capitalizado, com grande dinamismo comercial e por isso entendo que este é o momento apropriado para passar o testemunho a um novo presidente executivo, português, formado na casa e respeitado por todos. Sinto-me muito orgulhoso por ter sido acompanhado nestes três anos pela excelente equipa diretiva do Banco BPI, sentindo sempre um grande apoio, compromisso e profissionalismo de todos os colaboradores do banco”. “Sempre entendi esta posição como transitória e considero agora que a minha missão está cumprida”, remata.