Apesar da despromoção desportiva posteriormente revertida com a descida administrativa do V. Setúbal, o Portimonense foi uma das equipas mais contactadas ao longo do mercado para se conhecer a disponibilidade de negociar alguns dos seus principais ativos. Lucas Possignolo, Willyan, Lucas Fernandes e Bruno Tabata foram alguns desses exemplos, em especial os dois últimos, elementos de características ofensivas que chegaram novos ao Algarve vindos das melhores escolas de formação do Brasil. Agora, um deles está mesmo a caminho de um “grande”, tal como tinha acontecido com Nakajima na última temporada: Tabata vai ser oficializado como reforço do Sporting, numa notícia avançada inicialmente pelo jornal Record e já confirmada pelo Observador.

O avançado de 23 anos, que no Algarve atuou preferencialmente numa das alas a apoiar a referência ofensiva, será o sétimo reforço do plantel orientado por Rúben Amorim para a presente temporada, num negócio onde os leões irão pagar aos algarvios cinco milhões de euros por metade do passe. Desta forma, o Sporting chegará aos 20 milhões investidos para 2020/21 entre contratações e assinaturas a “custo zero”, valor semelhante ao que os verde e brancos receberam de Acuña (10,5 milhões, Sevilha) e Matheus Pereira (9,5 milhões, WBA). O brasileiro já não deverá jogar pelo Portimonense no encontro deste domingo frente ao Gil Vicente.

Formado no Atl. Mineiro, Bruno Tabata chegou ainda com idade de júnior ao Portimonense, tendo feito depois quatro temporadas sempre como titular nos seniores dos algarvios (de 2016 a 2020). Em 119 encontros oficiais entre Campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga o brasileiro marcou nove golos. Além de ter estado no Torneio de Toulon em 2019, o avançado tem sido opção regular na seleção olímpica do Brasil, onde tem como companheiro o médio leonino Wendel, estando na calha para poder chegar aos Jogos de Tóquio.

De recordar que, à semelhança do que aconteceu com um outro companheiro de equipa, Tabata esteve perto de rumar à China mas acabou por ficar depois da pandemia e da paragem de todas as competições. No plano nacional, e apesar de se ter falado de um possível interesse do FC Porto este verão (que antes já tinha garantido Paulinho e Nakajima nos algarvios), o Sp. Braga terá sido a única equipa a apresentar uma proposta, além das abordagens de formações francesas, gregas e do Médio Oriente para a compra do passe do brasileiro.