Os bailarinos portugueses António Casalinho, Francisco Gomes e Laura Viola foram selecionados para a competição internacional de bailado Prix de Lausanne, que se realiza em fevereiro de 2021, na Suíça, foi esta quinta-feira anunciado.

Entre um total de 82 candidatos, provenientes de 20 países, os três jovens conseguiram apurar-se para a competição internacional de dança, à qual se candidataram seis portugueses, quatro rapazes e duas raparigas.

De acordo com informação disponível no site oficial da competição, os três portugueses selecionados para a 49.ª edição do prémio — António Casalinho, Francisco Gomes e Laura Viola — vêm do Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sánchez, em Leiria. Concorrem ainda dois alunos estrangeiros provenientes da mesma escola de dança em Leiria: o italiano Giulio Diligente e a britânica Maia Roberts.

Entre os selecionados contam-se seis bailarinos brasileiros: Kayke Nogueira, da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, Rui Cesar da Cruz e Luiza Falcão,do Grupo Cultural de Dança Ilha, João Felipe Domingos, do Basileu França, Andrey Jesus Maciano, do Balé Jovem De São Vicente, e Ana Sartini, do Ballet Vórtice.

A 49.ª edição do Prix Lausanne decorre de 31 de janeiro a 7 de fevereiro, na Suíça. As finais estão marcadas para o dia 6 de fevereiro. O Prix de Lausanne, um dos mais importantes galardões dedicados à dança, foi criado em 1973 e é gerido pela Fondation en Faveur de l’Art Chorégraphique.

Na 48.ª edição , que decorreu em fevereiro deste ano, a bailarina portuguesa Catarina Pires, da Academia de Dança de Zurique, recebeu o prémio “favorita do público”.