Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Toalha de praia, fato de banho, chapéu, chinelos, álcool gel, máscaras. A mala para as férias mudou nos últimos tempos e há mais uma coisa que é preciso acrescentar-lhe: uma boa lista de séries para ocupar as noites de verão.

Nas próximas semanas haverá novos episódios de histórias de amor, como a de Jack e Mel em “Virgin River”; uma versão reinventada de “Gossip Girl” com a narradora de sempre, Kristen Bell; ou uma minissérie, “The White Lotus”, passada num resort paradisíaco que depressa se transforma em pesadelo. Quem tiver de esperar até setembro para tirar uns dias de férias, vai ter direito a uma recompensa: terá todo o tempo para devorar a primeira parte da quinta temporada de “A Casa de Papel”, que chega à Netflix no início desse mês.

Agora resta-lhe confirmar se tem os streamings instalados, as aplicações atualizadas e uma boa rede de internet. Quanto ao resto, o Observador fez o trabalho por si.

“Gossip Girl”

8 de julho, HBO

Foi transmitida entre 2007 e 2012 e regressa agora, quase uma década depois, com 12 episódios — a temporada estará dividida em dois, com os seis últimos capítulos guardados para o inverno.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A história acompanha um novo grupo de adolescentes que frequenta uma escola privada de Nova Iorque — isto significa que as antigas personagens, como Blair (Leighton Meester) e Serena (Blake Lively), não devem aparecer. Ainda assim, a narração volta a ser feita por Kristen Bell. Joshua Safran, argumentista e produtor executivo do formato original, é o criador deste reboot.

“Virgin River”

9 de julho, Netflix

A segunda temporada terminou com um cliffhanger, não se sabendo muito bem o que aconteceria a Jack (Martin Henderson), encontrado inanimado no chão do próprio bar, depois de ser alvejado. A julgar pelas imagens dos novos episódios, tudo acaba da melhor forma e ele está finalmente livre para viver a paixão com Mel (Alexandra Breckenridge). Ou talvez não. O casal principal de “Virgin River” — uma das séries de maior sucesso dos últimos tempos na Netflix — terá de resolver outros dramas nos dez capítulos deste ano para chegar ao final feliz.

“The White Lotus”

12 de julho, HBO

Qualquer semelhança desta minissérie com as suas férias é pura coincidência — esperemos. Estamos num resort paradisíaco, com praias de água transparente, vistas dignas de postais e empregados de sorriso rasgado. Os hóspedes estão ali para passar as melhores férias de sempre mas, à medida que os dias passam, percebe-se que nem tudo é assim tão maravilhoso.

O elenco conta com Connie Britton, Alexandra Daddario, Jennifer Coolidge, Molly Shannon e Steve Zahn, entre outros. A ideia de “The White Lotus” é de Mike White, argumentista de “Escola de Rock”, “É Agora ou Nunca” e “Dawson’s Creek”.

“Ted Lasso”

23 de julho, Apple TV+

Este ano já conquistou 12 prémios, entre os quais o Globo de Ouro e o SAG (Screen Actors Guild) de Melhor Ator para Jason Sudeikis.

“Ted Lasso”. O pior treinador de futebol é o melhor mister deste balneário que é a vida

Esta é a história de um treinador de futebol americano, Ted Lasso (Sudeikis), contratado para treinar uma equipa de futebol em Inglaterra, na Premier League, apesar de não ter qualquer experiência neste desporto. Está dado o pontapé de saída para uma comédia cujo sucesso já garantiu a confirmação de uma terceira temporada. Para já, chega a segunda, com 12 episódios.

“Outer Banks”

30 de julho, Netflix

Tudo começa com uma espécie de caça ao tesouro dos tempos modernos, desencadeada pelo desaparecimento do pai de John B (Chase Stokes). Segue-se uma aventura de verão, cheia de mistérios, paixões adolescentes e a velha divisão entre ricos e pobres.

O regresso à ilha de “Outer Banks” acontece mais de um ano depois da estreia desta série mais virada para um público jovem adulto. Os episódios da segunda temporada ficam todos disponíveis ao mesmo tempo, como é habitual na Netflix.

“Modern Love”

13 de agosto, Amazon Prime Video

É a segunda temporada da antologia que surgiu em 2019. As histórias mudam e os atores também: estes episódios contam com Kit Harington, Anna Paquin, Lucy Boynton, Minnie Driver e Tobias Menzies, entre outros.

“Modern Love”: deixai vir a nós o quentinho e o comovente

Relatos de amor, perdas ou desgostos não se esgotam e voltam a preencher “Modern Love”, série baseada na coluna com o mesmo nome publicada no New York Times (e transformada também num podcast de sucesso). Este ano, a ação nem sempre acontece em Nova Iorque, Estados Unidos da América. O episódio com Tobias Menzies (a versão mais recente do príncipe Filipe em “The Crown”), por exemplo, foi filmado na Irlanda.

“See”

27 de agosto, Apple TV+

Enquanto a espera pelo regresso de “Peaky Blinders” (cuja quinta temporada foi transmitida em setembro de 2019) continua interminável, há outras coisas boas da autoria do mesmo criador, Steven Knight.

Do homem que escreveu também o filme “Locke” e conduziu a série “Taboo” (dois projetos com Tom Hardy) chega à Apple TV+ “See”. A história passa-se num mundo distópico, milhares de anos depois de um vírus ter devastado o planeta, matando grande parte da população. Quem sobreviveu perdeu a capacidade de ver. Quando nascem duas crianças, gémeas, que não são cegas, a aparente paz vivida nesta sociedade parece estar ameaçada.

Jason Momoa (“Aquaman”, “A Guerra dos Tronos”) e Alfre Woodard (“12 Anos Escravo”, “Luke Cage”) ocupam os papéis principais. Depois da segunda temporada, que começa no final de agosto, há pelo menos mais uma confirmada.

“A Casa de Papel”

3 de setembro, Netflix

Há quem tenha de esperar até setembro pelas férias mas as boas notícias são que no início desse mês recomeça também “A Casa de Papel”. A quinta e última temporada será dividida em duas partes. A segunda está agendada para 3 de dezembro.

Em abril de 2020 a história ficou em suspenso com a detenção de Lisboa (Itziar Ituño), namorada e o calcanhar de Aquiles do Professor (Álvaro Morte). O cerco está cada vez mais fechado à volta do grupo de bandidos (ou justiceiros, para alguns) de macacão vermelho. Denver (Jaime Lorente), Tóquio (Úrsula Corberó) e Rio (Miguel Herrán) terão de ser bem mais espertos do que a inspetora Alicia Sierra (Najwa Nimri) para conseguirem escapar novamente.