Assédio Sexual

Portia De Rossi acusa Steven Seagal de assédio sexual

127

A atriz da série Arrested Development, que é casada com a apresentadora Ellen Degeneres, diz que Segal terá "desapertado as calças" durante uma audição privada.

Paul Archuleta

Portia De Rossi acusou o ator e produtor Steven Seagal de a ter assediado sexualmente durante uma audição.

As alegações, que vieram a público através da conta de Twitter oficial da atriz, surgem depois de várias acusações similares já terem sido apontadas ao ator.

“A minha última audição para um filme do Steven Seagal decorreu no escritório dele”, escreve De Rossi. “Ele falou-me da importância de haver química fora do ecrã enquanto desabotoava as suas calças de cabedal”, acrescentou.

“Saí a correr e a chamar pela minha agente. Serena, ela respondeu-me “Bem, não sabia se ele fazia o teu género”, conclui a De Rossi.

Portia De Rossi acusou Steven Seagal. ©D.R.

O jornal inglês The Guardian afirma que tentou, sem sucesso, contactar Seagal e confrontá-lo com as acusações da atriz. Ellen Degeneres, por sua vez, não demorou a exprimir o seu apoio.

Estas alegações surgem depois da atriz Julianna Margulies (que entrou nas séries ER e The Good Wife) se ter pronunciado sobre o comportamento impróprio de Steven Seagal. No passado domingo, a atriz disse à locutora Jenny Hutt, da SiriusXM, que o mestre de artes marciais a tinha convocado, a altas horas da noite, para uma audição no seu quarto de hotel. Margulies, que na altura tinha 23 anos, disse ainda que inicialmente a tinha informado que nessa audição estaria presente uma diretora de casting mas, quando lá chegou, Seagal estava sozinho.

“Vi a arma dele, nunca tinha visto uma arma a sério. Saí de lá incólume… não sei como consegui sair daquele quarto de hotel. Lancei uma espécie de grito enquanto saía de lá”, afirmou.

Lisa Guerrero é outra atriz a afirmar que em 1996, Seteven Seagal fez-lhe uma audição enquanto usava apenas um robe de seda. Quando acabou, o seu agente informou-a que o ator estava disposto a oferecer-lhe o papel principal do filme “Fire Down Below” (“Corrupção Total” foi o nome do filme em Portugal) se ela participasse num “ensaio privado” com ele. Lisa terá recusado.

A atriz Rae Dawn Chong contou ao The Warp uma história semelhante: nos anos 80, Steven Seagal usou apenas um roupão enquanto dirigia a sua audição, tendo-se exposto completamente. Chong disse ainda que depois desse episódio e durante muitos anos o ator deixava-lhe “mensagens sexuais” no atendedor de chamadas.

Steven Seagal ainda não se pronunciou sobre qualquer um destes episódios.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site