Norte:

A 23ª edição da Feira do Livro de Braga chega à Avenida Central no sábado, 28 de junho. Mais de uma centena de editoras vão estar por lá durante duas semanas com os seus livros e descontos.

Ali bem perto, em Guimarães, atuam os We Trust, que puseram meio país a cantarolar “Time (Better Not Stop)”. Agora concentrados no material do segundo álbum, o single de apresentação “We Are The Ones” é o tema a ter em conta.  O concerto acontece no Centro Cultural Vila Flor, sábado às 22h00, e os bilhetes custam 10 euros.

O festival Rock Nordeste despede-se de Vila Real, esta sexta-feira, com um bom cartaz musical. Assistir aos concertos de Dead Combo, Sensible Soccers, The Glockenwise, Brass Wires Orchestra, Steve Parker e Midnight não custa nem um tostão.

Sexta-feira às 22h inaugura no Edifício AXA, no Porto, uma exposição imperdível para os amantes da fotografia e do fotojornalismo. O ciclo terá como elemento central a exposição “L’imaginaire d´après nature”, de Henri Cartier-Bresson, considerado o pai do fotojornalismo. No espaço estará também a mostra “Encenação do quotidiano”, uma reflexão sobre a fotografia contemporânea, e o “Projecto Troika, em construção”, que estará pela primeira vez em apresentação pública com trabalhos de fotógrafos nacionais. As três exposições ficam patentes até 31 de agosto e incluem várias oficinas do Instituto Português de Fotografia. A entrada é livre.

Se o objetivo é ‘abanar o capacete’, o DJ (e ator) Nuno Lopes toma conta do Plano B, na portuense Rua Cândido dos Reis. Ecletismo é o que se pode esperar.

Centro:

Leiria acolhe a 1.ª edição do Mercado do Leitão da Boa Vista. Até 6 de julho, no Mercado de Sant’Ana, celebra-se uma das mais apreciadas iguarias do país, com seis restaurantes aderentes, sessões de cozinha ao vivo com alguns chefs e ainda a harmonização gastronómica com cerveja. Na sexta-feira, o chef Nuno Dinis será o primeiro a apresentar-se em palco. Sábado é a vez do chef Nuno Santos. A entrada custa três euros e inclui uma cerveja.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Sexta-feira há fado de Coimbra para ouvir no átrio do Centro de Recrutamento de Viseu, em Aveiro. Confuso? Pelas 22h, passe pela Rua Direita, bem no centro de Aveiro, e avance para a Serenata da Canção de Coimbra, que tem entrada livre. O concerto conta com a participação dos grupos de fados de Coimbra “Praxis Nova” e “Pardalitos do Mondego”.

A Viagem do Elefante vai passar por Vouzela, no distrito de Viseu, este sábado às 21h30. A encenação teatral criada a partir da adaptação livre do livro de José Saramago com o mesmo nome cruza teatro, música e artes plásticas. Para ver ao ar livre, no largo da feira.

Se optar por uma noite de sábado tranquila, saiba que a RTP2 vai exibir, pelas 22h, o filme “Amour“, de Michael Haneke. Dedicado aos problemas da terceira idade, o filme venceu a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes de 2012 e, no ano seguinte, conquistou o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Sul:

Se é fã de santos populares e ainda tem pedalada para festejos, não vai querer perder o evento Santos ao Cubo, um três em um que junta Santo António, São João e São Pedro no Museu a Carris, em Lisboa. A partir das 20h00 há petiscos (dica: o chef Chakall e o chef Paulo Morais andam por lá a cozinhar), DJs para animar o ambiente e bar aberto. O bilhete com jantar custa 35 euros. Quem só quiser ir após o jantar paga 20 euros.

Fã de coros? Então não pode perder o Festival Coral de Verão 2014, que arranca esta sexta-feira, às 21h. Durante quatro dias, coros de vários pontos do mundo marcam presença na zona de Belém, em Lisboa, para uma série de concertos e competições corais, a maioria com acesso gratuito. O concerto de abertura, marcado para o CCB, recupera a mais emblemática obra do compositor suíço Arthur Honegger, “Le Roi David”, e será interpretada pela Orquestra Filarmónica das Beiras e pelo Coro e Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música de Lisboa. Para este concerto a entrada custa 12 euros.

Atenção pequenada. O vosso panda favorito vai estar no estádio do Belenenses para mais um Festival Panda. Subordinado ao tema “Volta ao Mundo”, pelo palco vão passar os “Looney Tunes”, “Porquinha Peppa”, “Mundos de Mia”, “Tree Fu Tom”, “Nutri Ventures”, “Banda do Panda” e a grande novidade do palco principal, “Vila Moleza”. No palco secundário estão já garantidas as presenças de “Sid Ciência”, “Ruca” e “Dudu, Comboio dos Dinossauros”. Se é adulto e não conhece nenhum nome deste festival, acredite que este é um pequeno Woodstock, mas em versão infantil. O bilhete custa 20 euros, mas menores de três anos não pagam entrada.

A partir deste sábado e até dia 6 de julho a FIL recebe mais uma edição da FIA – Feira Internacional de Artesanato. A Argélia é o país convidado da 27ª edição, que apresenta como novidade a realização da Semana da Gastronomia Tradicional. Neste evento gastronómico uma seleção de restaurantes de vários pontos do país levam à capital pratos típicos das suas regiões. Em 2013, quase 100 mil pessoas visitaram a feira, cuja grande atração continua a ser a grande variedade de artesanato que se pode comprar, de 35 países diferentes. Bilhetes a partir dos 2,50 euros. Já agora, também na FIL, vai estar a decorrer, de 28 de junho a 6 de julho, o I Festival do Marisco.

Por falar em artesanato, esta é já um clássico do verão e está de volta ao Estoril. É na FIARTIL – Feira de Artesanato do Estoril que vão estar instalados 350 artesãos e suas criações, mas também gastronomia de todo o país, diariamente até 31 de agosto. A feira conta ainda com espaços dedicados às crianças e um diversificado programa de animação. Sábado, por exemplo, os visitantes vão poder ver e ouvir a fadista Joana Amendoeira, e no domingo há rock pelos GNR. A entrada ao fim-de-semana custa 2,50 euros.

Do outro lado da margem, há um concerto gratuito a não perder. Rodrigo Leão vai atuar no recinto junto ao Mausoléu de Alfredo da Silva, no Barreiro, sexta-feira, às 21h30. O concerto insere-se na semana de homenagem a Alfredo da Silva.

Se estiver pelo Alentejo, dê um salto a Vila Nova de Milfontes, onde decorre a Festa das Gastronomias Mediterrânicas. Entre sexta e domingo, os visitantes podem visitar o mercado de sabores, participar e assistir a aulas de culinária, fazer degustações e assistir a sessões de showcooking. Tudo atividades centradas na dieta mediterrânica, classificada pela UNESCO como Património Imaterial da Humanidade.