Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Coreia do Norte disputou a final do campeonato mundial de futebol com a seleção portuguesa, depois de uma caminhada histórica até à final em que bateu o Japão por 7-0, os Estados Unidos por 4-0 e a China por 2-0. Pelo menos era isso que o regime norte-coreano queria que os seus cidadãos pensassem.

Ou então não.

Sabe-se agora que este vídeo, alegadamente da televisão estatal norte-coreana, em que se afirma que aquele país disputaria a final do mundial com Portugal, não passa de uma montagem, provavelmente feita por sul-coreanos.

Alguns meios de comunicação internacionais tinham interpretado o vídeo como mais uma das inúmeras campanhas de propaganda interminável da Coreia do Norte, mas a paródia foi facilmente identificada por sul-coreanos. É que a voz da locutora não corresponde ao movimento dos seus lábios e o seu sotaque é bastante diferente do norte-coreano. E, além disso, os jogos do Mundial do Brasil foram todos transmitidos na Coreia do Norte, ainda que com atrasos por vezes de 24 horas, pelo que os norte-coreanos sabiam o que se estava realmente a passar na competição.

A seleção da Coreia do Norte não conseguiu sequer apurar-se para a fase de grupos do Mundial. E, caso tivesse jogado a final do torneio contra a seleção portuguesa, provavelmente não se sagraria campeã do mundo. A última vez que as duas seleções se encontraram, no Mundial 2010, na África do Sul, Portugal bateu os norte-coreanos por 7-0.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR