O antigo internacional português e candidato à presidência da FIFA Luís Figo manifestou-se hoje satisfeito com o crescimento da academia chinesa que ostenta o seu nome, salientando que “a paixão pelo futebol está a crescer na China”. “Temos tido um crescimento grande e rápido e queremos continuar a crescer, controladamente, para ajudar a promover o futebol na China. A nossa maior aposta é na formação dos jovens e no futebol de base”, disse Luís Figo à agência Lusa.

O antigo capitão da seleção portuguesa de futebol chegou na segunda-feira à noite a Cantão, sul da China, para assistir ao primeiro torneio organizado pela Winning League/Figo Football Academy.

Lançada em Pequim na primavera de 2014, sob a direção do técnico português Joaquim Rolão Preto, aquela academia está já implantada em oito cidades da China e este ano espera chegar a mais duas. No conjunto, a academia tem cerca de 1.110 alunos, entre os 4 e 13 anos de idade, e os seus treinadores, todos portugueses, são diplomados pela Federação Portuguesa de Futebol e a UEFA.

“O prestígio alcançado por Portugal no futebol ajuda a promover a imagem do país nesta parte do mundo”, comentou Luís Figo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Luís Figo (“Fei Guê, em chinês) e “C Luo” (Cristiano Ronaldo) são os nomes portugueses mais conhecidos na China, um país onde o futebol só em 1992 se tornou um desporto profissional. Em declarações à agência Lusa, o antigo internacional português referiu também que “a qualidade e experiência do futebol chinês” e que “os clubes chineses já começaram a contratar valores estrangeiros”. “Estamos num momento importante para o desenvolvimento do futebol na China”, salientou Luís Figo.

O Guangzhou Evergrande, orientado pelo técnico italiano Marcello Lippi, ganhou em 2013 a Taça dos Clubes Campeões Asiáticos, tornando-se o primeiro clube chinês a conquistar aquele troféu. Já este ano, na Taça da Ásia, a seleção chinesa, dirigida pelo francês Alain Perrin, qualificou-se para os quartos de final, com três vitórias, sendo eliminada depois pela Austrália, que viria a ganhar o torneio.

Cerca de 200 alunos participam no torneio de dois dias iniciado hoje em Cantão pela Winning League/Figo Football Academy.