Feridos por falharem o exclusivo mundial do que pode vir a tornar-se num dos romances do ano ou convictos nas suas fontes reais, os tablóides britânicos encaram a possibilidade de um namoro entre a atriz e ativista da igualdade de género, Emma Watson, e o príncipe Harry com “cepticismo”. Também no Twitter, os fãs da atriz encararam a possibilidade com humor.

O Daily Mail, conhecido por seguir atentamente a vida da Casa Real britânica, em especial dos seus mais jovens membros, disse que a notícia avançada pela “revista de corredor de supermercado” Woman’s Day, uma publicação australiana, estava a tomar conta da internet, mas estava a ser encarada com “cepticismo” no Reino Unido. Em resposta a este jornal, um porta-voz oficial da Clarence House, residência oficial do príncipe Carlos – pai de Harry e de William -, disse que “a vida privada de Harry é privada” e que não confirmam nem desmentem os rumores.

Também o famoso tablóide Daily Mirror, outro manancial de informação sobre a realeza, disse que no seu top de mulheres “perfeitas” para casarem com o príncipe já tinham escolhido Emma Watson… há 10 meses. Entretanto, outra fonte externa o Reino Unido, a revista US Weekly já veio desmentir a história da revista australiana, alegando ter recebido informações de um amigo próximo de Harry.

Segundo a revista australiana, que lançou o exclusivo mundial, Harry e Emma têm convivido com amigos em comum e o príncipe estará “apaixonado”. Fonte não identificada sugere que terá sido por iniciativa de Harry que os dois se encontraram e têm trocado e-mails. Tanto Harry como Emma Watson estarão solteiros.

No Twitter, os fãs da atriz e da saga “Harry Potter” – Emma Watson interpretou o papel de Hermione Granger nos vários filmes a que o livro deu origem – usaram o humor para encarar o possível romance, brincando com o facto de Hermione ficar finalmente com Harry:

https://twitter.com/KateGorman27/status/568964851420299264