O Médio Oriente está a usar uma música jihadista – utilizada pelo Estado Islâmico nos seus vídeos de propaganda – para ridicularizar o Estado Islâmico. São várias pessoas a dançar de forma satírica numa estratégia que joga com as mesmas armas do grupo terrorista – a proliferação através da internet, em especial, as redes sociais.

O The Independent, que refere a forma generalista “Médio Oriente” devido à incerteza quanto aos países autores dos vídeos, conta que um dos vídeos – em que aparecem três mulheres vestidas de militantes – parece ter sido produzido no Egito, mas não adianta mais pormenores. Contudo, nem toda a gente se está a divertir com o fenómeno. Alguns espectadores dizem que os vídeos são “estúpidos” e “insensíveis” para com os familiares das vítimas.

https://www.youtube.com/watch?v=BFQiEz1yyOw

Não é a primeira vez que o Estado Islâmico é vítima de paródia. Depois de o grupo fundamentalista ter ameaçado a Itália, os italianos aproveitaram o facto para ridicularizar o Estado Islâmico no Twitter, com posts alusivos ao trânsito que circula em Roma ou ao estado do país, com a hashtag #We_Are_Coming_O_Rome .

Num dos tweets, o utilizador pergunta: “têm a certeza que querem vir para Roma?

 

https://twitter.com/thethinnker/status/570775472230899713

Noutro ‘tweet’, o utilizador ironiza com o caos da companhia aérea italiana Alitalia e convida-os os jihadistas a voarem pela companhia.