É a primeira vez que a Medicina é capaz de fazer um transplante de pénis bem sucedido. A operação ocorreu na mesa de cirurgia de uma equipa do Hospital de Tygerberg e da Universidade de Stellenbosch, na África do Sul.

Segundo a Bloomerang, o homem havia perdido o órgão sexual à três anos, por causa de uma complicação durante uma circuncisão tradicional mal conseguida, algo que não é incomum na África do Sul. Mas nove horas de operação resultaram na implantação correta de um pénis saudável e funcional.

O feito foi alcançado há segunda tentativa. A primeira ocorreu na China, em 2006, mas o órgão teve de ser retirado por problemas psicológicos que o transplantado desenvolveu a seguir à operação.

A equipa de Frank Graewe, responsável pela Divisão de Cirurgia Plástica Reconstrutiva na Universidade de Stellenbosch, espera que o pénis possa estar totalmente operacional num prazo de dois anos. Na verdade, Andre Van der Merwe, o cirurgião que comandou a cirurgia, admite que estão “surpreendidos com a rápida recuperação do homem”.