Antes de sair de casa, põe um pouco de desodorizante para se sentir cheiroso todo o dia, mas a corrida para apanhar o autocarro estraga-lhe os planos e o suor misturado com o perfume criam um cheiro terrível. Imagine um perfume que ficasse tanto mais cheiroso quanto mais o dono transpirasse. Não imagine mais: uma equipa de investigadores conseguiu criar um perfume desses.

A equipa de cientistas dos Laboratórios de Líquidos Iónicos da Universidade Queen, em Belfast (Reino Unido), ligou uma fragrância pura a um líquido iónico (um sal na forma de um líquido) sem cheiro. À medida que o líquido iónico vai absorvendo a humidade (como suor) vai libertando o aroma da fragrância. Mais, o líquido iónico tem a capacidade de captar as moléculas de suor responsáveis pelo mau cheiro, diminuindo a potência das mesmas. Logo, quanto mais transpirar, melhor vai cheirar.

Os investigadores já estão a trabalhar com uma empresa de perfumes para identificar que produtos podem chegar às lojas, mas este sistema de distribuição inovador também pode ser usado noutros campos. “Este é um avanço surpreendente que usa sistemas de líquidos iónicos recém-descobertos para libertar materiais de uma forma controlada. Não só tem um grande potencial comercial, podendo ser usado em perfumes e cosmética, como também poderá ser usado em outras áreas da ciência, com a libertação lenta de substância de interesse”, referiu o investigador em comunicado.

Os resultados da investigação foram publicados na revista científica Chemical Communications.