Os olhos, diz-se, são as janelas da alma. Mas como é que se olha para a alma das janelas? Urbexography tem a resposta nas centenas de fotografias que captou de janelas velhas, com muitas dezenas de anos. “É motivante para mim refletir sobre aqueles que viveram uma vida completamente diferente da de hoje, mas que estiveram no mesmo lugar que eu e que partilharam a mesma vista”, conta o fotógrafo.

Urbexography dedica-se essencialmente a fotografias de locais abandonados e invulgares. “História e decadência reunidos num só”: é assim que o artista resume o trabalho que desenvolve. Tudo começou com a exploração da arte urbana, mas o portfólio de Urbexography inclui muitos géneros fotográficos.

“Eu não sei se acredito em fantasmas, mas já experimentei sensações embrulhadas dentro das paredes de algumas casas degradadas”. Ainda assim, é através delas que olha para a rua antes que o tempo transforme aqueles enquadramentos em pó.