Estamos a entrar em maio, o que significa que já está calor, já queremos usar saias e camisolas curtas mas a nossa pele (ainda) continua cor de lula. Mas se já está a desesperar e a repetir todos os pares de calças do roupeiro, calma, não tem de abraçar o verão tapada até ao pescoço. Enquanto chove e não chove, este é o momento certo para usar e abusar dos autobronzeadores. Porquê? São fáceis de aplicar, não trazem riscos para a saúde e em poucos dias podem deixar-nos como que acabadas de vir de umas férias nas Caraíbas, nas Ilhas Seychelles ou na Tailândia.

Fazem mal à pele? Mancham? Cheiram mal?

Esqueça os mitos. As manchas, a cor alaranjada, a pele pegajosa, o mau cheiro… Estas são ideias arcaicas. E longe vão os dias em que os autobronzeadores não inspiravam confiança e eram vistos quase como produtos tabu, complicados e duvidosos. Hoje em dia, há fórmulas tão boas que, além de bronzearem, ainda hidratam a pele e conseguem um bronze gradual para que não apareça da noite para o dia três tons acima do seu.

E a explicação é simples: estes cremes têm dihidroxiacetona (DHA, um açúcar simples e incolor), uma substância que reage com a camada superficial da pele, produzindo uma coloração semelhante à do bronzeado, uma espécie de maquilhagem natural. Ao contrário do sol, os autobronzeadores não estimulam a produção de melanina (pigmento que absorve as radiações UV e cria a cor natural da pele) nem são absorvidos, daí que não têm nenhuma contra-indicação e não provocam os danos resultantes da exposição solar como o cancro e o envelhecimento precoce. Mas atenção, estes produtos apenas estimulam a coloração da pele. Não protegem da radiação solar – o protetor solar continua a ser obrigatório.

O que deve e não deve fazer, passo a passo

1) Esfoliação obrigatória. Antes de aplicar, a pele tem de estar bem esfoliada. Nenhum bronze ficará uniforme sem uma esfoliação prévia de rosto e corpo que remova o excesso de células mortas – é essencial para evitar manchas.

2) A pele tem de estar limpa. Jamais aplique um auto-bronzeador ao fim do dia, ou depois de vir da praia. Para não interferir com a uniformidade do bronzeado, a melhor altura é depois do banho. E não aplique cremes ou hidratantes antes do auto-bronzeador. Pode aplicá-los depois e seguir a sua rotina normal, incluindo maquilhagem.

3) Não faça a depilação antes. A pele não deve estar sensibilizada por isso a regra é um mínimo de 48 horas entre a depilação e a aplicação dos produtos.

4) Pode aplicar com as mãos, mas opte por luvas porque permitem que o produto seja espalhado da melhor forma. Se não usar, lave imediatamente as mãos após a aplicação – palmas, pulsos, dedos, unhas e mesmo as áreas interdigitais – porque tendem a escurecer muito facilmente.

5) A aplicação deve ser ascendente. Dos pés para o pescoço. Comece por aplicar nos pés e pernas, em movimentos circulares para assegurar uma distribuição uniforme. As zonas mais secas tendem a ficar mais escuras. Nos calcanhares, joelhos, tornozelos e cotovelos faça movimentos verticais (e não redondos) para evitar a acumulação de produto. Passe para a parte superior do corpo, incluindo barriga, decote e pescoço. Por último, os braços.

6) Cuidados extras com o rosto. É aconselhável usar um produto específico para o rosto e a aplicação deve ser feito de baixo para cima e de dentro para fora, incluindo a nuca e a parte de trás das orelhas. Antes, proteja os cabelos e evite aplicar nas sobrancelhas e na linha do cabelo.

7) Não se esqueça das costas. Dificilmente vai conseguir aplicar sozinha, por isso peça ajuda para não correr o risco de ficar com uma mancha branca nas costas.

8) Encontre o seu tom ideal. A cor começa a aparecer sensivelmente uma a três horas após a aplicação, logo, nos primeiros dias pode ir aplicando diariamente até conseguir o tom que deseja. Posteriormente, dê um intervalo de dois ou três dias entre cada aplicação para a manutenção da cor.

9) Há cuidados após a aplicação. Banhos só depois de 12 horas e, após aplicar, espere 20 minutos até se vestir para que não haja manchas ou transferência do produto para a roupa.

10) Se quiser parar de usar, não há problema. As esfoliações vão retirando a coloração e, se parar de aplicar, o tom tende a sair em três ou quatro dias.

Agora que já sabe como usar autobronzeadores, veja as nossas sugestões:

10 fotos