Quatro novas gravuras da pintora Paula Rego estão a ser apresentadas pela primeira vez, até domingo, na 30.ª Feira de Gravuras Originais de Londres, na Academia Real das Artes, na capital britânica. Para quem não pode estar em Londres, o Observador mostra as quatro obras da artista portuguesa.

Desde 2010 que Paula Rego não apresentava novas gravuras. As últimas foram mostradas ao público na galeria Marlborough, em 2010, na exposição “Oratório“.

“Carrot Soup”

Rego-Working -Title Cat 2015

“The Tweaking Game”

Rego-Working Title Monkey 2015

“Visiting Animals”

Rego-Working Title Rabbits 2015

“Money Bath”

paula rego

Paula Rego ainda não se pronunciou sobre as quatro obras. Para Catarina Alfaro, curadora principal da Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais, a gravura “Money Bath” é a mais intrigante de todas. “Parece que aquele casal está a ser enterrado vivo pela sua própria avareza. E depois tem aquelas aves de rapina a circundá-los, provavelmente à espera que morram, se bem que o homem até parece já estar morto”, disse ao Observador.

Segundo informações da galeria Marlborough, que representa a artista portuguesa, e que cedeu as imagens ao Observador, as gravuras foram concluídas no final do ano passado, mas só agora foram impressas e assinadas, pelo que estão datadas de 2015. Cada uma tem uma edição limitada de 50 cópias, que vão poder ser compradas por 1140 libras cada uma (cerca de 1600 euros à taxa de conversão atual).

Recentemente, a maior coleção da obra gráfica da pintora portuguesa foi a leilão em Londres, mas os resultados ficaram aquém das estimativas da Christie’s.