Antes de 1945 as micro-ondas eram apenas um instrumento de guerra. Serviram sobretudo para localizar aviões inimigos durante a Segunda Guerra Mundial, graças às ondas eletromagnéticas que a fuselagem dos aviões emitia durante o voo. Até que um dia o engenheiro eletrotécnico Percy LeBaron Spencer reparou que o chocolate que tinha no bolso tinha derretido enquanto testava os magnetrões – válvulas que servem para gerar ondas eletromagnéticas muito curtas – de um radar.

Spencer ficou impressionado. Era como se tivesse descoberto a pólvora. Pegou em vários alimentos e aqueceu-os naquelas ondas: o milho transformou-se em pipocas e o ovo cozeu. Em 1946, patenteou a descoberta das micro-ondas para fins culinários: a Raytheon, onde ele trabalhava, comercializou eletrodomésticos colossais – em tamanho e preço. Só vinte e um anos mais tarde é que chegaram as versões mais pequenas.

Mas Spencer deixou muito por descobrir sobre os micro-ondas que todos já temos na cozinha: a BBC e o ABC compilaram dez novas utilidades para o pequeno eletrodoméstico. É que o micro-ondas não serve só para aquecer comida.

Descolar selos

Ainda é dos que envia cartas? Estragou o envelope, mas quer recuperar o selo? O micro-ondas resolve: deite umas gotas de água no selo e coloque o envelope dentro do micro-ondas durante 20 segundos. Quando o retirar vai pode descolar o selo sem dificuldade.

Cortar cebola sem chorar

Nenhum átomo de enxofre que a cebola lança para os nossos olhos quando a cortamos vai vencer a força de um micro-ondas. Corte as extremidades das cebolas e leve-as ao micro-ondas por 30 segundos na potência máxima. Depois é só cortar sem lágrimas.

Lavar esfregões

Absorvem não só água, mas também um monte de bactérias que pode ser eliminado sem recorrer a químicos. Se não for feito de metal, coloque o pano de limpeza dentro do micro-ondas por alguns minutos na potência máxima, porque esses seres vivos indesejáveis morrem com a temperatura elevada.

Esterilizar frascos

Sim, é uma técnica antiga: ferver os frascos depois de usados para tornar os recipientes mais higiénicos. Mas até neste ponto os micro-ondas ajudam: dois minutos sem tampa, com dois dedos de água. Quando a água ferver pode retirar.

Descobrir se uma taça pode ir ao micro-ondas

Há truques para dizer que materiais podem ou não submeter-se às ondas eletromagnéticas curtas. Ok ao vidro refractário. E aos pirex. Mas com o barro é preciso ter cuidado: se estiver vitrificado pode ter ferro na composição e, nesse caso, convém não arriscar. O mesmo acontece com a porcelana e cerâmica. Mas como saber? Ponha a taça vazia dentro do micro-ondas, ao lado de um copo de água. A seguir programe para a potência máxima por um minuto. Se puder ir ao micro-ondas, a taça estará fria ao fim de um minuto e o copo quente. Caso contrário, não os use.

Deixar o micro-ondas limpo

Não é missão impossível: coloque no interior do eletrodoméstico papel de cozinha humedecido, mas deixe a porta aberta. Passado algum tempo ponha o micro-ondas a funcionar: ao fim de cinco minutos o papel vai estar seco, mas terá absorvido a sujidade toda. Se estiver mesmo muito sujo, experimente outra coisa: passe vinagre no interior do micro-ondas e coloque uma taça com água no prato. Cinco minutos depois de ser posto em funcionamento, a sujidade sai com mais facilidade.

Fazer compressas calmantes

Esqueça os saquinhos de água quente que atenuam as dores de barriga: pegue numa toalha, humedeça-a com água e enrole-a dentro do micro-ondas. Cuidado: pode queimar-se. Mas na temperatura certa, são um alívio para as dores.

Humedecer o rímel

Chegou àquela fase do rímel em que só resta tinta ressequida. Ponha o tubo no micro-ondas com um copo de água por 30 a 40 segundos. O problema fica resolvido. E poupou na compra de um novo.

Limpar a tábua de cortar

Aqui o micro-ondas tem de se aliar ao limão. Lave a tábua, esfregue limão e depois ponha-a dentro do eletrodoméstico. Um minuto e estará completamente higienizada.

Aproveitar o sumo de limão todo

E por falar em limão: se gosta de poupar cada gota, coloque-o 20 segundos no micro-ondas na potência máxima. A pele do limão desprende-se melhor assim e o sumo é mais fácil de espremer. Com laranjas faça igual.