Esta quarta-feira é dia de lançamento do Windows 10. A nova aposta da Microsoft em sistemas operativos é, também, a última.

Não, o Windows não vai acabar. Mas a multinacional vai passar a desenvolvê-lo de forma contínua, publicando atualizações e criando funcionalidades ao longo do tempo (abandonando a lógica de lançar uma nova versão do Windows a cada três anos). O projeto é ambicioso. A Microsoft quer 1.000 milhões de dispositivos com o Windows 10 até 2018.

Por cá, no Observador, já o experimentámos. Para facilitar a atualização, preparámos este guia com tudo o que precisa de saber. Bom trabalho!

A atualização é gratuita? Para sempre?

A atualização para o Windows 10 é gratuita durante um ano. Pode atualizar os seus dispositivos livremente até 29 de julho de 2016. A licença é vitalícia. Mesmo no final desse período poderá continuar a usar gratuitamente o sistema operativo — desde que já tenha feito a atualização.

No entanto, a oferta da Microsoft é apenas para computadores pessoais. A versão empresarial do Windows 10 não é gratuita.

Quem pode atualizar para o Windows 10?

Qualquer utilizador com uma licença genuína do Windows 7, Windows 8 ou Windows 8.1.

Quando posso atualizar?

Em junho, grande parte dos utilizadores de Windows 7, 8 e 8.1 foram convidados a fazerem pré-reserva da atualização. Se já reservou o Windows 10, a Microsoft irá, entretanto, notificá-lo para descarregar e instalar a atualização — no entanto, a empresa já anunciou que não o fará para toda a gente em simultâneo. Por isso, poderá ainda ter de esperar alguns dias. De qualquer forma, deverá conseguir forçar a atualização do sistema operativo a partir do site da Microsoft.

O que devo fazer antes de atualizar?

Antes de tudo, deve fazer uma cópia de segurança dos seus documentos e ficheiros importantes, para garantir que não perde nada durante o processo de instalação. Depois, deverá confirmar se os programas que tem instalados no dispositivo são compatíveis com a nova versão do Windows.

Sendo um sistema operativo muito recente, é provável que ainda tenha certas incompatibilidades e erros. Normalmente, a empresa trabalha com os principais programadores para desenvolver programas compatíveis com estas novas versões, mas não há garantias de que todos os seus programas corram no novo sistema.

O Observador conhece já dois programas que causam incompatibilidades graves no funcionamento do Windows 10: o COMODO Firewall e o AVIRA Free Antivirus, que podem impedir o normal arranque do Windows 10. Mas é provável que existam mais. Assim, antes de atualizar, deve desinstalar estes programas — se os tiver instalados — ou outros programas do género para prevenir eventuais problemas. Vá também consultando os sites das marcas para se manter ao corrente de novas versões que corrijam os problemas de incompatibilidade.

A atualização formata o meu computador?

Não necessariamente. Durante o processo é-lhe dada a escolher uma de três opções:

  1. Atualizar e manter todos os documentos, aplicações e programas instalados;
  2. Atualizar, apagando todos os programas e aplicações mas mantendo os ficheiros pessoais;
  3. Formatar o computador e fazer uma instalação limpa do Windows 10.

Os dispositivos mais recentes deverão permitir atualizar o Windows e manter todos os ficheiros, programas e aplicações já instalados no disco. No entanto, alguns PC’s não suportam essa opção. Essa é uma das razões pelas quais aconselhamos que faça uma cópia dos seus documentos mais importantes.

Como obtenho o Windows 10?

Já fez a cópia de segurança? Então o próximo passo é proceder à atualização através da aplicação “Obter o Windows 10”. Aceda a partir do ícone junto ao relógio e todas as instruções lhe serão dadas ao longo do processo, se a atualização já estiver disponível para si. Caso não tenha essa aplicação, significa que não atualizou o seu dispositivo recentemente. Procure por “Windows Update” e procure, transfira e instale todas as atualizações pendentes. Pode também forçar a atualização para o Windows 10 a partir do site da Microsoft.

O que devo fazer durante a instalação?

À partida, depois de iniciada a instalação, não terá de fazer nada. Não se esqueça de ligar o aparelho à corrente elétrica para garantir que a bateria não se esgota e que o processo não é interrompido. A instalação deverá demorar entre 30 minutos e uma hora, variando de acordo com o desempenho da máquina.

Se comprar um computador novo, ele já vem com o Windows 10?

Por enquanto ainda não. Num futuro próximo, os novos aparelhos já trarão o Windows 10 instalado de origem. Porém, se adquirir um novo aparelho nos próximos dias, uma das primeiras opções durante a configuração inicial do sistema será a de atualizar o sistema operativo. A partir desse momento, passará a correr a última versão do Windows.

Tenho vários dispositivos. Posso atualizar todos?

Sim, pode. Cada licença válida de Windows 7, 8 e 8.1 garante, durante um ano, uma licença genuína gratuita de Windows 10.

Estou com dificuldade e ainda tenho dúvidas. O que faço?

Prefere não arriscar? Ainda tem dúvidas? Nesse caso, pode optar por auxílio profissional numa loja especializada. A Microsoft está também a disponibilizar ajuda por telefone ou chat.

(Editado por Diogo Queiroz de Andrade)