437kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

A entrevista de Hillary a um 'falso' Trump

Este artigo tem mais de 5 anos

O humorista norte-americano Jimmy Fallon aproveitou-se da presença de Hillary Clinton no seu programa e fez uma imitação de Donald Trump, simulando uma chamada telefónica entre este e Hillary Clinton.

O apresentador norte-americano Jimmy Fallon fez piadas sobre as posições de Trump quanto à imigração e à igualdade de géneros
i

O apresentador norte-americano Jimmy Fallon fez piadas sobre as posições de Trump quanto à imigração e à igualdade de géneros

Theo Wargo

O apresentador norte-americano Jimmy Fallon fez piadas sobre as posições de Trump quanto à imigração e à igualdade de géneros

Theo Wargo

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O humorista norte-americano Jimmy Fallon convidou Hillary Clinton para o seu programa diário “The Tonight Show”, e simulou uma chamada telefónica entre a “personagem” Donald Trump, encarnada por si, e a candidata democrata.

Na conversa, Jimmy Fallon satirizou as posições de Donald Trump sobre os direitos das mulheres e sobre as políticas de imigração que o País deve adotar.

Sobre estas últimas, o falso Donald Trump questionou Hillary Clinton: “A próxima pergunta é sobre imigração: Preferes um muro, ou um muro gigante?”.

Jimmy Fallon ironizava assim com as declarações de Donald Trump em julho deste ano, quando afirmou, no programa de Bill O’Reilly, “O muro vai ser erguido e o México vai começar a comportar-se”.

Este “falso” Donald Trump afirmou ainda, quando interpelado por Hillary Clinton sobre as suas posições relativamente aos problemas enfrentados pelas mulheres, “conheço muitas mulheres. E todas elas têm problemas!”, o que provocou risos na convidada e na própria plateia. A provocação de Clinton deve-se aos vários comentários misóginos de Donald Trump, que pode ficar a conhecer aqui.

Recorde-se que Hillary Clinton, que anunciou em abril a sua candidatura à sucessão de Obama, foi descrita por Donald Trump, em julho deste ano, como “a pior Secretária de Estado na história dos Estados Unidos da América”.

A candidata democrata aproveitou a conversa com Jimmy Fallon para se demarcar das posições do candidato republicano, e promover as suas ideias sobre temas como a imigração e a defesa da igualdade de oportunidades entre homens e mulheres. Pode ficar a conhecer o percurso de Hillary Clinton aqui.

Loja Observador Lifestyle

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.