É na sexta-feira que chegam as vacinas da BCG contra a tuberculose. Só em Portugal são mais de 40 mil os bebes que esperam pela injeção. No entanto o primeiro carregamento que chega esta semana chegará apenas para 15 mil.

Em falta na Europa há seis meses e em Portugal desde maio, a Direção-Geral de Saúde prevê assim que as primeiras doses cheguem dia 15 de janeiro, depois ter que recorrer à compra do produto no Japão como consequência das falhas no único laboratório europeu que produzia a vacina, conta a TSF.

Apesar de tudo a subdiretora geral da Saúde, Graça Freitas, descansou as pessoas em declarações à TSF. Alegou que a falta de vacinas não é grave, porque a tuberculose está completamente controlada. No entanto Graça Freitas explicou que os bebes que vivem em zonas ou situações familiares de risco terá prioridade neste primeiro carregamento.

A subdiretora esclareceu ainda que será necessário rentabilizar ao máximo as doses de cada ampola, pois esta dura apenas 6 horas depois de aberta. Assim será preciso chamar mais do que uma criança ao mesmo tempo.