Atualizado pela última vez às 21h17

É oficial: José Peseiro é o novo treinador do FC Porto. Os dragões anunciaram o acordo em comunicado à CMVM, onde acrescentam que o acordo celebrado com o treinador é válido por uma época e meia, ficando o clube com mais uma temporada de opção.

A escolha de José Peseiro já havia sido avançada na noite de segunda-feira. Esta será mais uma incursão do treinador de 55 anos no campeonato português, depois de ter passado pelo Nacional da Madeira, pelo Sporting e pelo Sporting de Braga.

O treinador português chega ao FC Porto vindo do Al-Ahly, do Egito.

A escolha de Peseiro surge depois de vários nomes serem apontados aos dragões nos últimos dias, como Nuno Espírito Santo, André Villas Boas, Leonardo Jardim e Marco Silva.

Vários jogadores e ex-jogadores que foram orientados pelo técnico português já deram a sua opinião sobre a contratação do FC Porto. Hélder Postiga, que trabalhou com o treinador no Panathinaikos na época 2007/2008, afirmou em declarações à Renascença que este “é competente” e “trabalha bastante bem a equipa durante a semana” e que Peseiro “teve sempre algum sucesso nos clubes por onde passou”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O ex-guarda-redes Ricardo, que trabalhou com José Peseiro no Sporting, afirmou que este é “acima de tudo um ser-humano fantástico” e “um treinador que priveligia o futebol espetáculo”. “É uma mais-valia para o campeonato nacional e, acima de tudo, para o FC Porto”, concluiu.

Também o símbolo portista, Vítor Baía, aplaudiu a escolha, afirmando que, apesar do treinador não ter tido “nalguns momentos a pontinha de sorte necessária para levar a sua carreira para outro nível”, é ainda assim “um profundo conhecedor do futebol” e um treinador com “competência”.

No Sporting, o técnico chegou à final da Taça UEFA, que perdeu em casa, contra o CSKA de Moscovo, na época 2004/2005. Na mesma semana, os leões perderam ainda o título de campeão nacional para o Benfica de Trapattoni, depois de serem derrotados no estádio da Luz. Terminariam na terceira posição do campeonato, depois de não conseguirem vencer o Nacional da Madeira na última jornada da competição.

Em Braga, na sua última passagem pelo campeonato português, José Peseiro acabou o campeonato como quarto classificado, atrás do FC Porto de Vítor Pereira, do Benfica de Jorge Jesus e do Paços de Ferreira de Paulo Fonseca. O treinador sairia ainda assim com um título conquistado: a Taça da Liga, que os bracarenses conquistaram ao derrotar o FC Porto na final.