O presidente do FC Porto esclareceu que as contratações de José Sá e Marega ao Marítimo ficaram fechadas na madrugada de segunda-feira, horas depois do encontro entre as duas equipas na I Liga de futebol.

Pinto da Costa referiu que “não há negócios difíceis nem fáceis, há negócios que se fazem no momento próprio”, enaltecendo ainda a postura dos envolvidos no negócio.

“Quando se lida com pessoas corretas e de boa-fé torna-se mais fácil. Falei com o Carlos Pereira [presidente do Marítimo] durante o jogo, marcámos um encontro para o final, fomos jantar e, nessa mesma noite, ficou tudo concretizado”, começou por explicar o dirigente em declarações ao Porto Canal.

“[Carlos Preira] Autorizou que os jogadores pudessem falar connosco depois do jogo. Durante a madrugada conseguimos ultrapassar todos os problemas. Eram seis da manhã quando o assunto ficou encerrado. Aproveito para salientar a lisura com que o presidente Carlos Pereira tratou deste assunto com o FC Porto. É um reaproximar cada vez maior. Desejo que tenham o sucesso que esperamos e que o Marítimo possa prosseguir a sua caminhada e tenha as maiores felicidades”, acrescentou.

Relativamente a José Sá, Pinto da Costa admitiu que o guarda-redes “já tinha um acordo com outro clube”, no entanto, prevaleceu a sua vontade em jogar de ‘dragão’ ao peito.

“José Sá pediu que o agente estivesse presente no momento de concretizarmos as condições, já que tinha acordo para ir para outro clube. Caso as condições se mantivessem era no FC Porto que queria ficar. O empresário esteve de acordo. Na presença de um representante seu, assinou pelo FC Porto. Não tenho dúvidas que vai ser um grande jogador da seleção nacional”, disse ainda.

Sobre Marega, o presidente também não tem dúvidas: “Toda a gente conhece as potencialidades que ele tem. Estou convencido que vai triunfar. Foi decisiva a opinião do ‘mister’ José Peseiro. Mostrou-me vontade que ambos viessem para o FC Porto. Considerou importante conseguir estes dois jogadores. Fiz tudo o possível para concretizar a transferência”, finalizou.