Pele de porcelana, olhos castanhos, sotaque britânico e uns 1,70 metros de altura de fazer inveja. Estão resumidas, numa frase, as características que fazem de Keira Knightley uma das atrizes mais promissoras da sua geração. Tinha apenas 20 anos quando foi nomeada ao Óscar de Melhor Atriz pela sua atuação no filme Orgulho e Preconceito mas aos três já tinha decidido que queria honrar a profissão dos pais, ambos atores.

Em 2003, estreou-se na passadeira vermelha do filme Piratas das Caraíbas — A Maldição do Pérola Negra com umas calças de ganga e um pequeno top provocante que deixava a barriga à mostra. Questionaram-lhe (e com razão) o gosto mas deram-lhe pontos pela coragem. O feito não viria a repetir-se e, a partir daí, os vestidos e as saias ocuparam o guarda-fatos da atriz britânica de 31 anos. Keira habituou-nos a dramas épicos com visuais a condizer (dentro e fora da passadeira vermelha, à qual tem pavor) que poderiam muito bem ter sido roubados às personagens do século XIX.

British actress Keira Knightley attends the worldwide premiere of 'Anna Karenina' in central London on September 4, 2012. AFP PHOTO/CARL COURT (Photo credit should read CARL COURT/AFP/GettyImages)

Com apenas 20 anos, Keira foi nomeada para o Óscar de Melhor Atriz pela sua atuação no filme “Orgulho e Preconceito”. (foto: CARL COURT/AFP/Getty Images)

De silhuetas fluidas em tons dourados a formas volumosas com detalhes bordados, as escolhas vitorianas de Keira Knightley seriam facilmente confundidas com antiquadas não fosse o seu styling estar sempre no ponto desde 2006. A ausência de acessórios ajuda, mas a simplicidade da maquilhagem é a cereja no topo do bolo. Atualmente tem (quase) um lugar reservado na lista das mais bem vestidas graças à elegância nata — um tanto ou pouco conservadora — que faz dela um exemplo de estilo a seguir. Em fotogaleria, comprove a evolução de estilo da atriz que, este sábado, sopra 31 velas.