Os estudantes portugueses de cinema e audiovisual poderão candidatar-se, a partir de hoje, a uma nova bolsa de formação, de 50 mil euros, e que é batizada com o nome de Manoel de Oliveira, anunciou esta quarta-feira a EDP.

Esta bolsa de formação pretende contribuir para “a qualificação dos jovens cineastas e, desejavelmente, desenvolver talentos que possam perpetuar a projeção nacional e internacional conquistada por Manoel de Oliveira para o cinema português”, afirma a empresa, em comunicado.

As candidaturas à bolsa abriram esta quarta-feira e terminam a 18 de julho.

Os estudantes de cinema e audiovisual concorrem com “um filme original, de ficção ou documental, no formato vídeo que entendam mais adequado”.

De acordo com a EDP, será dado especial interesse aos filmes que “prossigam o estilo neorrealista, designadamente que utilizem cenários reais e atores não profissionais, aproximando-se assim do universo estilístico de Manoel de Oliveira”.

A bolsa destina-se “exclusivamente a financiar custos de formação e especialização na área do cinema, produção, direção e realização”.