Nove anos depois, Harry Potter continua a bater recordes. Em apenas três dias, o guião da peça Harry Potter and the Cursed Child, escrito por Jack Thorne a partir de uma história criada por ele, por John Tiffany e por J.K. Rowling, já vendeu 680 mil cópias no Reino Unido. Nos Estados Unidos da América, as vendas ascenderam aos 4,5 milhões.

O guião, que chegou às livrarias à meia-noite de 31 de julho, no dia em que Harry celebrou 37 anos de idade, tornou-se assim no livro que mais exemplares vendeu numa única semana de vendas na última década. De acordo com a revista The Bookseller, Harry Potter and the Cursed Child bateu o recorde de obras como Cinquentas Sombras de Grey, de E.L. James, que em 2012, vendeu 664.478 cópias no Reino Unido.

Se as vendas continuarem a este ritmo, a revista estima que o guião da peça de Jack Thorne venha a tornar-se no segundo livro que mais exemplares vendeu na semana de lançamento, com Harry Potter e os Talismãs da Morte a ocupar em primeiro lugar. O livro, o sétimo e último volume das aventuras do jovem feiticeiro, vendeu 2,7 milhões de cópias na primeira semana, em julho de 2007.

Harry Potter and the Cursed Child passa-se 19 anos depois da Batalha de Hogwarts. Harry Potter, já adulto, é pai de três filhos e empregado no Ministério da Magia. O enredo desenrola-se, sobretudo, em torno do filho mais novo do feiticeiro, Albus Severus, e do seu primeiro ano na Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts.

O lançamento mundial do livro aconteceu à meia-noite de 31 de julho na Livraria Lello, no Porto, no mesmo dia em que estreou a Parte II da peça no Palace Theatre. A Parte I subiu ao palco pela primeira vez um dia antes, a 30 de julho. Os bilhetes para as próximas sessões já estão esgotados, mas esta quinta-feira serão postos novos bilhetes à venda.