Uma das mais famosas pinturas de Picasso – que esteve na posse do regime nazi durante a II Guerra Mundial – foi vendida num leilão esta segunda-feira, em Nova Iorque, por uma pequena fortuna. A obra, intitulada “A mulher sentada de vestido azul”, foi adquirida por 45 milhões de dólares (cerca de 41 milhões de euros).

A mulher representada no retrato cubista trata-se de Dora Maar, fotógrafa e artista, e um dos grandes amores do pintor e escultor espanhol. Pablo Picasso pintou a obra no dia do seu aniversário, em 1939, quando tinha 58 anos de idade e Dora 31.

Durante a II Guerra Mundial, os nazis apoderaram-se do retrato, mas este foi recuperado pela resistência francesa, numa das viagens entre Paris e Moravia.

Este é um dos mais importantes retratos de Picasso inspirado pelo amor e pelo seu poderoso desejo sexual, como refere o correspondente de arte da BBC, Vincent Dowd.