Rádio Observador

Lifestyle

8 dicas para receber o outono em casa

200

Dias mais curtos, temperaturas a descer e o sofá a pedir atenção. O outono está aí e o Observador reuniu oito sugestões para que o receba de forma aconchegante em casa.

Da iluminação às playlists, o Observador reuniu um conjunto de ideias para aproveitar da melhor forma o outono dentro de casa.

Imagem retirada do Pinterest

Autor
  • Raquel Salgueira Póvoas

A época das folhas secas pelo chão e das castanhas assadas está aí, sim, e não há que deprimir porque o verão já lá vai. Aliás, há uma série de práticas que o podem fazer mudar de ideias quanto à estação e, desta forma, apreciá-la, a começar por casa. Reunimos oito dicas para que o seu espaço se prepare a rigor para este outono.

Tenha mantas e almofadas confortáveis por perto

Há um provérbio que diz “no outono o sol tem sono”. E não é o único. Nesta altura do ano o sofá vai ser mesmo um dos seus melhores amigos de fim de semana ou de fim de dia. Por isso, aproveite a “ronha” sem remorsos. Mantas e almofadas são dois dos elementos essenciais para que neste campo seja bem sucedido. Escolha os que condizem com a estação: práticos e confortáveis (tricô e crochet encaixam bastante bem na época). Se receber amigos em casa, pode também estender o conceito tendo umas quantas mantas enroladas num cesto para que os convidados as possam usar enquanto se dão longas conversas.

Manta em tricot às riscas La Redoute, 35,74€

Diga sim às cores quentes

Quer seja na escolha das mantas e roupa de cama ou nos objetos de decoração e até no papel de parede, as cores terra, mais fortes e quentes, reforçam a sensação de aconchego. Entre elas, o castanho, o verde musgo, o azul, os tons vermelhos, laranja e amarelos. Arrisque, mudar a decoração em cada estação tem mais vantagens do que as estéticas, é uma forma de estar focado num objetivo e, desta forma, sentir-se motivado e descontraído.

Almofada IKEA 7,99€

Recupere móveis antigos

Se há algum móvel antigo guardado na despensa ou na garagem, traga-o para um espaço visível da casa. Os objetos rústicos não devem ficar de lado, nesta estação. Muito pelo contrário: além de elegância, as madeiras conferem conforto ao espaço. E se for preciso recuperar algum deles, arrisque um curso de restauro e reciclagem de móveis. Na escola Artlier, por exemplo, aprende métodos e materiais tradicionais, tais como “o polimento a goma-laca, restauro de embutidos e marqueteria, remendos em madeira ou folha e colagens com grude”. O valor do curso começa nos 80€.

Na Artlier há também um curso dedicado à tapeçaria. Outra boa ideia para este outono, já que os tapetes ajudam a criar o ambiente acolhedor pretendido.

Aproveite as folhas secas

Sim, é exatamente o que está a pensar: levar as folhas secas que encontra na rua para dentro de casa. É a forma mais direta de compor o cenário de outono dentro de portas. Guarde as folhas que vai encontrando e que gosta. Depois, em casa, com criatividade, aproveite-as para as colocar em molduras, fazer quadros ou colocá-las em jarras para enfeitar.

© Imagem retirada do Pinterest

Recupere os cortinados e os tapetes

Se guardou os cortinados e os tapetes no verão, está na hora de os recuperar. Fazem todo o sentido no outono. Tecidos quentes, mais pesados, de malha, flanela, lã, vão tornar o ambiente mais agradável. Se estiver a pensar ainda em comprá-los, aposte nas cores quentes e em padrões como o axadrezado escocês.

Tapete CarpetVista 78€

Continue a aproveitar a varanda, o terraço e o jardim

Não deixe de aproveitar o espaço exterior, sempre que possível. As mantas também funcionam aqui, tenha sempre um conjunto delas em cestos de verga, por exemplo. As velas ajudam a compor o ambiente, assim como as floreiras com as plantas da época. Arrisque ainda nas grinaldas, para que tudo fique a rigor e tenha ainda mais vontade de aproveitar este espaço.

© Imagem retirada do Pinterest

Use velas

Muitas e por todas as divisões. As velas criam ambientes intimistas e, ao mesmo tempo, ajudam a relaxar. Pode optar por tê-las em qualquer canto da casa, com os devidos cuidados que requerem. Em castiçais, dentro de lanternas, em frascos de vidro, as opções são variadas. E pode sempre optar pelas que têm cheiros que o remetam para a época do outono.

Vela Air de Provence Lojas Viva, 2,49€

Leia os livros que há muito quer ler, ouça as músicas que estão em pausa

Muito ao estilo hygge e lagom, a última sugestão é de que aproveite para fazer atividades que o relaxem dentro de casa, sem que tenha de ficar aborrecido porque lá fora chove e não pode ir passear. Sinta-se confortável a ler os livros que há muito tem pendentes e a ouvir playlists relaxantes.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)