Parece que o Iron Man ou “Homem de ferro” se tornou real. Já não é só nos filmes que podemos ver um homem a voar. O surpreendente aconteceu e Richard Browning, um inventor britânico, estabeleceu o primeiro recorde mundial de velocidade com um engenho de motor a jato controlado pelo próprio corpo. Richard sobrevoou o Lagoona Park, em Reading, no Reino Unido.

Foi esta semana que o fundador e piloto de testes da companhia de tecnologia Gravity Industries atingiu a maior velocidade num voo deste género, definindo um novo recorde do Guinness. Richard atingiu uma velocidade de 51,53 km/h, enquanto os fiscais monitorizavam a velocidade do voo – que tinha de ser registada durante pelo menos 100 metros.

O fato, ou engenho, que Richard utilizou é movido por motores a jato, sendo composto por seis microturbinas a gás com querosene, cada uma com 22kg de impulso. Uma vez que é controlado apenas com os movimentos do corpo, o piloto teve de praticar exercícios de força central de modo a conseguir equilibrar-se no ar.

O piloto fez várias tentativas, e à terceira acabou por cair sobre o lago. Nesta altura, já o recorde estava estabelecido. Pode ver o vídeo abaixo.

Em abril deste ano, Richard Browning falou numa TED Talk sobre esta invenção. O vídeo está aqui: