Os pequenos acionistas dos CTT — Correios de Portugal vão reunir-se esta quinta-feira para analisar a situação da empresa e aprovar medidas de defesa e desenvolvimento do grupo, a propor na próxima assembleia-geral ordinária de 18 de abril.

O encontro, que decorre num hotel em Lisboa, é promovido por um grupo de 10 acionistas, que detêm cerca de 100 mil ações dos CTT.

Num comunicado divulgado no início deste mês, este grupo informou de que “os pequenos acionistas dos CTT têm assistido com extrema preocupação à prática de erros estratégicos na orientação da empresa e a significativos erros de gestão, os quais prejudicam gravemente o necessário ajustamento da empresa à emergente Economia Digital”.

Aludindo ao “gravíssimo contexto” da empresa, o grupo apelou para a participação de todos os pequenos acionistas na reunião, devido à “gravidade da presente situação, que pode terminar numa destruição e/ou estatização da empresa e, consequentemente, numa espoliação dos ativos financeiros”.