Um urso entrou num campo de futebol russo antes de começar o jogo da terceira divisão, entre o Mashuk-KMV e Anghust. Tima, como se chama o urso,  depois de entrar em palco começou a bater palmas, incentivando o público a fazer o mesmo. No entanto, as imagens divulgadas na internet geraram, até agora, uma onda de indignação.

A organização dos direitos dos animais, a PETA, condenou a atuação que considerou “chocante e cruel”, em entrevista à BBC. “O urso é o símbolo da Rússia e intocável, usá-lo para servir num jogo de futebol e entregar a bola é absolutamente perigoso”, disse Elisa Allen, diretor da organização PETA. “Os ursos são animais selvagens e têm necessidades específicas”.

[Vídeo do momento em que o urso entrou no campo de futebol:]

Mas a PETA não foi a única a manifestar-se contra a exibição do urso.  Os comentários nas redes sociais multiplicaram-se em poucas horas. Alguns internautas também consideram que o animal sofreu maus tratos durante a prestação, mas outros acham que não.

https://twitter.com/nayxne/status/985939878809690112

https://twitter.com/JvRude/status/986036829538410497

Através de uma publicação no Facebook, a equipa Angusht revelou que Tima ia atuar na cerimónia de abertura do Mundial de futebol na Rússia. No entanto, a BBC adiantou que a FIFA negou que tal iria acontecer.