235kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Adoçar sem culpa

Este artigo tem mais de 2 anos

A stevia é utilizada há mais de 200 anos por tribos indígenas que a apelidaram logo de “planta doce”. Quer saber mais sobre este adoçante de origem natural?

i

Getty Images/iStockphoto

Getty Images/iStockphoto

Saborear um doce pode muitas vezes vir acompanhado de muitas calorias e de um sentimento de culpa. Mas não precisa de ser assim!, mas não é! A utilização de stevia, um adoçante natural, sem calorias, e que adoça até 300 vezes mais do que o açúcar é cada vez mais comum e traz várias vantagens.

Mas antes de mais, o que é a stevia? É uma planta originária da América do Sul, descoberta e utilizada, há mais de 200 anos, por tribos indígenas e que a apelidaram, desde logo, de “planta doce”. As suas folhas eram usadas para adoçar bebidas e quando secas eram também utilizadas na confeção de medicamentos para suavizar o sabor.

Mais tarde, em 1901, foi classificada cientificamente pelo botânico Moisés Santiago Bertoni, no Paraguai, mas só começou a ser comercializada em grande escala já na década de 70. Atualmente, o seu cultivo ainda está presente na América do Sul, mas também nos Estados Unidos, Índia e em grande volume na China.

A stevia tem vindo a ganhar expressão enquanto alternativa ao açúcar por compreender diversas vantagens, entre as quais:

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

  • Pode fazer parte de planos alimentares para a perda de peso, pois não tem calorias e ajuda a reduzir o desejo por doces;
  • Pode ser consumido por diabéticos porque, ao contrário do açúcar, não aumenta os níveis de glicose no sangue
  • Não está associada ao aparecimento de carie dentária

Aliada dos diabéticos

Este adoçante de origem natural é realmente um aliado para quem sofre de diabetes e que tem no açúcar um dos seus piores inimigos. Como não influencia o índice glicémico, é um produto seguro e que pode melhorar a qualidade de vida de quem convive com esta doença. Para além disso são necessárias apenas pequenas quantidades para atingir o nível de doçura desejado. Por exemplo, apenas quatro gotas de stevia líquida, equivalem a uma colher de sopa bem cheia de açúcar branco.

A stevia é, atualmente, utilizada em diversos produtos alimentares como chás, bolos, compotas, sumos ou gelados e pode ser, igualmente, consumida como adoçante de mesa na forma líquida ou em pó. Desde 2011 que o seu uso em alimentos e bebidas foi reconhecido e aprovado pela Comissão Europeia.

A título de curiosidade realce-se que a planta stevia pode crescer até um metro de altura e é da família do girassol e da chicória.

Quando está desenvolvida é então colhida à mão e as suas folhas são secas naturalmente. Os extratos de stevia são obtidos pela extração de água, após as folhas serem embebidas, separadas e filtradas. Os componentes do sabor doce de stevia são chamados de glicosídeos de esteviol.

As 10 curiosidades sobre stevia

  1. A stevia é uma planta com poder adoçante que não contém calorias.
  2. Os adoçantes naturais presentes na stevia, os chamados glicosídeos de esteviol, têm um sabor até 300 vezes mais doce que o açúcar.
  3. São necessárias apenas pequenas quantidades para atingir o nível de doçura desejado.
  4. A stevia é uma planta nativa da América Central e do Sul, da família das plantas como o girassol e a chicória.
  5. As tribos indígenas que a utilizavam chamavam-lhe “planta doce”.
  6. Foi descrita e nomeada pela primeira vez em 1901 pelo botânico Moisés Santiago Bertoni.
  7. A planta stevia tem até um metro de altura. Depois, é colhida à mão e as suas folhas são secas. Os extratos de stevia são obtidos pela extração de água.
  8. A stevia pode ser utilizada em alguns alimentos e bebidas, como sumos, compotas, gelados ou bolos. Pode também ser usada como adoçante de mesa na forma líquida ou em pó.
  9. É adequada para os diabéticos, já que não aumenta os níveis de glicose no sangue.
  10. Desde 2011 que a Comissão Europeia aprovou o uso de stevia em alimentos e bebidas.

Teste o seu conhecimento sobre a stevia neste quizz:

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.