Uma das torres da Fortaleza de Juromenha, no Alandroal, ruiu por falta de obras de conservação. Monumento estava em ruínas e, segundo relatou a RTP numa reportagem de fevereiro do programa Linha da Frente, precisava de obras urgentes.

Depois da queda da torre, segundo a RTP, o local não foi vedado, colocando em risco quem o visita.

Além daquela torre, outros locais ao longo da muralha também de encontram em mau estado de conservação e com elevado risco de ruir. As obras de conservação são consideradas urgentes mas nada tem sido feito no sentido de preservar o local.