O Ministério dos Negócios Estrangeiros turco ameaçou esta sexta-feira retaliar contra os Estados Unidos por causa das taxas aduaneiras decididas pelo presidente Donald Trump. Os Estados Unidos, adiantou a diplomacia turca em comunicado,  deverão saber que o único resultado de tais sanções (…) é que afetarão as nossas relações de aliados”.

“Como todas as medidas adotadas contra a Turquia, elas terão a sua resposta”, acrescentou o MNE turco, precisando que a decisão “ignora” as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

O MNE disse ainda que os comentários feitos por Donald Trump são “impossíveis de conciliar com a seriedade de [um homem de] Estado”.

O anúncio feito esta sexta-feira por Trump de um forte aumento das taxas de importação sobre o alumínio e o aço turcos provocou uma desvalorização da lira turca, que ao longo do dia perdeu quase um quarto do seu valor em relação ao dólar.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou aquilo que classificou como uma “guerra económica” e instou a população turca à “luta nacional”, trocando as suas divisas.