Paulo Bento é o novo selecionador da Coreia do Sul. O treinador português foi o escolhido para orientar a seleção asiática com vista ao Campeonato do Mundo de 2022 e sucede assim a Shin Tae-yong.

O técnico português começou a carreira de treinador no Sporting, primeiro nos júniores e e depois na equipa principal – na altura, a meio da temporada 2005/06, substituiu José Peseiro, agora regressado ao comando técnico dos leões. Deixou Alvalade em novembro de 2009, em sétimo no campeonato e depois de um empate na Liga Europa, pressionado para se demitir. Assumiu o comando da Seleção Nacional em setembro de 2010, depois da saída de Carlos Queiroz, e orientou a seleção portuguesa no Euro 2012 e no Mundial 2014. Saiu depois de uma derrota com a Albânia, já na qualificação para o Euro 2016, e após não conseguir ir além da fase de grupos no Mundial do Brasil.

Depois da seleção, passou pelo Cruzeiro do Brasil, pelo Olympiacos da Grécia e pelo Chongqing Dangdai Lifan da China. Foi despedido em julho, eliminado da Taça da China e em 12.º lugar no campeonato.

Enquanto jogador, Paulo Bento começou a carreira no Palmense e tornou-se profissional no Futebol Benfica. Passou pelo Estrela da Amadora e pelo Vitória de Guimarães até chegar ao Benfica, onde esteve durante duas temporadas, até ser vendido ao Oviedo. Regressou a Portugal em 2000 para jogar no Sporting, onde acabou por terminar a carreira, em 2004.

A Coreia do Sul esteve presente no Mundial da Rússia mas não conseguiu ir além da fase de grupos: venceu a Alemanha por 2-0, ditando a eliminação da Mannschaft, mas as derrotas com o México e a Suécia não permitiram mais do que um terceiro lugar.