O treinador do Benfica, Rui Vitória, assegurou esta terça-feira que o jogo frente ao Montalegre, dos oitavos de final da Taça de Portugal, é para vencer e garantiu que os encarnados não vão a nenhuma festa. “É um enorme prazer quando o Benfica vai a essas zonas, mas, que fique bem claro, não vamos para festa nenhuma. Vamos para ganhar o jogo e avançar nesta eliminatória. Gostamos da festa e vamos lá para ganhar”, garantiu o treinador das águias.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida em Trás-os-Montes, Vitória foi questionado sobre a forma como preparou o encontro e o técnico esclareceu que não mudou a forma de treinar por ser um adversário do terceiro escalão. “Preparo da mesma maneira. Nem ficava bem comigo próprio se não o fizesse. Os jogos têm de ser vistos da mesma forma e levou a mesma preparação. A única diferença é que jogámos no domingo e agora jogamos na quarta-feira”, frisou.

A viver uma série positiva de resultados, com cinco triunfos consecutivos em todas as competições, Vitória não se livrou da questão sobre as críticas do passado recente, lembrado a reação dos adeptos no final do encontro com o Marítimo, para a 13.ª jornada da I Liga, que o Benfica venceu por 1-0.

“As críticas? Saímos debaixo de aplausos e com uma relação muito forte entre nós e a bancada [na Madeira]. Estamos numa fase de retoma, que incide nos índices de confiança que temos vindo a conseguir.”, argumentou.

O despedimento de José Mourinho do comando técnico dos ingleses do Manchester United mereceu um comentário solidário do treinador do Benfica: “Tem sido o melhor ao longo dos tempos e não é por sair que deixa de ser. É melhor elogio que lhe posso fazer”.

Na quarta-feira, o Benfica visita o Montalegre, oitavo classificado da Série A do Campeonato de Portugal, pelas 20h45, num encontro dos oitavos de final da prova “rainha”.