Rádio Observador

FC Porto

Éder Militão é a prioridade do Real Madrid para reforçar o setor defensivo

O central brasileiro do FC Porto é o preferido pelo Real Madrid para reforçar a defesa. A cláusula de Éder Militão é de 50 milhões mas esse valor cai para 42 milhões caso o jogador saia em janeiro.

Militão chegou ao Dragão no verão, assinou por cinco temporadas e custou quatro milhões de euros

AFP/Getty Images

Éder Militão, central do FC Porto, será o principal alvo do Real Madrid no mercado de inverno. De acordo com a edição desta quarta-feira do jornal espanhol Marca, que faz capa com o tema, o brasileiro de apenas 20 anos é o preferido do clube merengue para reforçar o setor defensivo. Barcelona e Manchester United já terão perguntado por Militão e será por isso que o Real Madrid quer adiantar-se na corrida pelo jovem central.

O desportivo espanhol indica que a cláusula de rescisão do jogador do FC Porto é de 50 milhões de euros mas que esse valor cai para 42 milhões caso a transferência seja firmada antes do dia 31 de janeiro — algo que será dificultado pelos dragões, que contam com o central para a fase decisiva da temporada, mas tentado pelo Real Madrid. A notícia da Marca apresenta ainda o FC Porto como um “clube vendedor” e recorda as últimas vendas high profile, como a saída de Diogo Dalot para o Manchester United e Ricardo Pereira para o Leicester, e ainda o já existente elo de ligação entre o clube português e o espanhol: prova disso são as idas de Pepe, Danilo e Casemiro e ainda a vinda de Casillas.

O regresso de Pepe ao Dragão está a ser visto pela comunicação espanhola como uma tentativa do FC Porto de colmatar uma eventual saída de Éder Militão — ainda que os responsáveis portistas tenham dito que o objetivo é reforçar o setor defensivo. O Real Madrid já assistiu a três jogos recentes dos dragões, para observar o central brasileiro, e deve deslocar-se a mais dois, já que os merengues analisam, regra geral, cinco exibições dos jogadores sob interesse antes de avançar com qualquer proposta.

O Real Madrid foi associado a vários centrais durante o mercado de verão, já que escasseiam alternativas aos titulares Sergio Ramos e Varane, mas Julen Lopetegui acabou por optar pela continuidade de Vallejo. As recorrentes lesões, porém, afastaram o jogador espanhol da regularidade nas convocatórias e dificultaram a margem de manobra no eixo da defesa merengue.

Éder Militão chegou ao FC Porto no verão, proveniente do São Paulo, custou quatro milhões de euros e assinou por cinco temporadas. Depois de se estrear a 2 de setembro e se afirmar como titular indiscutível ao lado de Felipe, o central brasileiro parece agora ser a prioridade do Real Madrid para atacar o mercado de inverno.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)