Rádio Observador

Cascais

Cascais terá transportes públicos gratuitos para residentes a partir de 2020

1.268

O estacionamento no concelho também irá sofrer alterações: todos os munícipes registados na aplicação MobiCascais terão direito a 100 minutos de estacionamento gratuitos por dia.

ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O município de Cascais terá, a partir de 2020, um serviço gratuito de mobilidade dentro do concelho, para os residentes, o que vai introduzir também alterações na política de estacionamento, anunciou esta sexta-feira a autarquia.

De acordo com uma nota enviada à agência Lusa, o objetivo é que Cascais, no distrito de Lisboa, seja “o primeiro concelho do país a ter mobilidade interna gratuita para todos os residentes”. “É uma política que se explica pelos ganhos de liberdade em mobilidade, pelos ganhos de economia individual e coletiva, e pela responsabilidade ambiental e social que nos norteia”, afirma o presidente da autarquia, Carlos Carreiras (PSD), citado na nota.

Segundo o executivo, também o estacionamento no concelho irá sofrer alterações, por forma a “adaptar-se à nova realidade metropolitana”. “Todos os munícipes registados na aplicação MobiCascais terão direito a 100 minutos de estacionamento gratuitos por dia (exceto nas zonas vermelhas e de acordo com o regulamento em vigor) e vai proceder-se a uma harmonização de horário de cobrança”, esclarece a autarquia.

O horário pago de estacionamento para todo o concelho ficará limitado ao período entre as 9h e as 19h, com exceção para as zonas de estacionamento controlado do concelho e regulamento específico, previstas no regulamento geral.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Politicamente Correto

Os filhos do Vasco Granja /premium

Helena Matos

O reitor proibiu a carne de vaca. Os alunos se pudessem proibiam toda a carne. Em Portugal, eles são os filhos e netos do Vasco Granja. Gerações que, entre muita animação, estão a impor uma ditadura.

Turismo

A turistificação da economia algarvia

António Covas

Não é tarefa fácil falar de diversificação da base económica regional quando a atividade turística é aquela que remunera mais rapidamente as pequenas poupanças e os pequenos investimentos realizados.

Novo Acordo Ortográfico

Uma comunidade às avessas

José Augusto Filho

Da forma em que foi conduzido, o Acordo serve mais para enfraquecer a língua de Camões do que para disseminá-la. Quanto aos ganhos políticos e económicos esperados, foram até agora praticamente nulos.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)