Liga de Futebol

Sandro está consciente das dificuldades mas acredita que o Vitória pode surpreender o Benfica

O treinador do Vitória de Setúbal, Sandro Mendes, disse esta sexta-feira acreditar que a sua equipa pode surpreender o Benfica. O encontro a contar para a 29.ª jornada realiza-se no próximo domingo.

RUI MINDERICO/LUSA

O treinador do Vitória de Setúbal, Sandro Mendes, disse esta sexta-feira acreditar que a sua equipa pode surpreender o Benfica, domingo, no Estádio da Luz, em encontro da 29.ª jornada da I Liga de futebol.

Quando confrontado com o número de pontos necessário para atingir a permanência, o técnico preferiu frisar em conferência de imprensa a importância de a sua equipa realizar uma excelente exibição para complicar a vida ao atual líder da prova.

“Olhamos para os três pontos que os jogos valem semana a semana. A nossa ambição é sempre tentar conquistá-los, tendo a humildade de saber quem vamos encontrar. Este jogo não foge à regra, apesar de sabermos que é bastante complicado. Teremos de ter um dia muito, muito bom, para conseguir um resultado positivo, que passa por trazer pontos do Estádio da Luz”, disse.

Sandro Mendes, que assegura que em Setúbal todos estão conscientes da tarefa árdua que têm pela frente, afirma que não vai faltar motivação aos seus jogadores.

“Todos os que trabalham neste grupo sabem que será um jogo difícil, contra uma excelente equipa, que segue em primeiro lugar e tem excelentes jogadores. A perspetiva é haver casa cheia e este é daqueles jogos que os jogadores gostam”, referiu.

O técnico do conjunto setubalense admite que o facto de virem de dois triunfos (1-0 ao Feirense e ao Marítimo) deu alento à equipa.

“Sabemos as dificuldades que vamos ter, contra uma equipa com muitas soluções e opções, e um futebol de ataque. Cabe-nos tentar arranjar forma de contrariar isso. Vimos de duas vitórias consecutivas e isso dá-nos um ânimo maior. Os níveis de confiança estão um pouco melhores, mas não esperamos um jogo fácil”, disse.

Questionado sobre se o duelo com as ‘águias’ é mais fácil de abordar por a responsabilidade de vencer recair sobre o adversário, Sandro Mendes sublinha que a sua equipa tem um símbolo a defender.

“Mais fácil? Não. Será um jogo bastante complicado, em que temos muito a perder. Temos de fazer um jogo bom e ter os níveis altos. A grande maioria das pessoas está à espera que o Vitória perca no Estádio da Luz, mas temos uma camisola e um símbolo para defender. Independentemente do resultado, temos de fazer um bom jogo e deixar uma boa imagem”, vincou.

Sobre a possibilidade de João Félix, autor de um ‘hat-trick’ no triunfo (4-2) de quinta-feira dos benfiquistas sobre os alemães do Eintracht Frankfurt na Liga Europa, ser alvo de uma atenção particular, o treinador do Vitória de Setúbal, descarta essa hipótese.

“Antes de mais, para bem do futebol português, quero dar os parabéns ao Benfica pela vitória. O Benfica tem muitas soluções, um plantel muito equilibrado, com muita qualidade e vale pelo seu todo. Sabemos que as individualidades, a qualquer momento, sobressaem. Muitas vezes é a criatividade e a qualidade dos jogadores que aparecem e nós, treinadores, não podemos controlá-lo”, explicou.

Frente ao Benfica, o treinador Sandro Mendes está impedido de utilizar José Semedo (castigado) e os lesionados Sílvio, André Pedrosa, Mikel Agu e Alex Freitas. Apesar de já ter integrado o treino de hoje, Mendy também não deverá ainda ser opção

Benfica, líder do campeonato, com 69 pontos, e Vitória de Setúbal, 11.º classificado, com 31, defrontam-se no domingo, às 20h00 horas, no Estádio da Luz, em Lisboa, em encontro da 29.ª jornada da I Liga.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)