A greve de quatro dias dos trabalhadores da fábrica de papel ATF, da Navigator, em Setúbal, foi suspensa, disse fonte sindical à Lusa esta sexta-feira. Os trabalhadores defendem melhores salários e carreiras.

Eduardo Florindo, coordenador do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITE SUL), disse à agência Lusa que os representantes dos trabalhadores optaram por suspender a greve porque esta semana foi iniciado um processo negocial, que decorrerá até ao final de maio.

Estão agendadas reuniões para todas as quartas-feiras até ao final do próximo mês e já começaram a ser discutidas as questões relacionadas com a avaliação e as carreiras.

Os 600 trabalhadores da ATF, do Grupo The Navigator Company, afirmavam ter decidido avançar para a greve porque a empresa não respondia favoravelmente às suas reivindicações.

A empresa propôs aumentos salariais de 2%, mas os trabalhadores pretendem uma subida de 3%, que garanta um mínimo de 30 euros a cada um, a revisão das carreiras e a redução do horário de trabalho.