A Apple anunciou esta terça-feira o novo iPod touch, depois de ter lançado o último modelo em julho de 2015. A nova versão apresenta melhorias no desempenho e armazenamento face às versões anteriores, incluindo ainda ferramentas de realidade aumentada e a opção de fazer chamadas de grupo pela aplicação FaceTime.

Com uma memória de 256GB, o novo iPod touch vem com o processador A10 Fusion, o mesmo que figura no iPhone 7 – o iPhone do mercado menos potente. Apesar de ter sido já três anos, o A10 é mais rápido do que o anterior processador dos iPod, o A8. Com esta atualização, o novo iPod fica”duas vezes mais rápido”, garante Greg Joswiak, vice-presidente de marketing de produto da Apple.

O design super fino e leve do iPod touch tornou-o sempre ideal para desfrutar de jogos, música e muito mais, onde quer que vamos”, diz Joswiak.

A opção de realidade aumentada está disponível no novo iPod em jogos, aplicações de educação e nas pesquisas de internet. A Apple também apostou na melhoria das funções de comunicação. O FaceTime, inédito até então em iPod, permitirá aos utilizadores participarem em conversas de grupo até 32 pessoas. Como comunicar com tanta gente ao mesmo tempo? A Apple diz que o nome da pessoa com quem estamos a falar no momento é ampliado automaticamente no ecrã, para não nos perdermos na conversa. Ao mesmo tempo, será ainda possível enviar mensagens personalizadas para outros aparelhos da Apple.

E quanto vale toda esta tecnologia? Joswiak descreve o novo iPod como “o aparelho com sistema iOS mais acessível” no que toca a preços. Com o iOS 12, o novo Ipod touch apresenta um preço que começa em 249 euros para a versão com memória de 32GB. O modelo de 128GB custa 359 euros euros e a versão de 256GB custa 469 euros. Esta é a maior capacidade de armazenamento de sempre nos iPod: o já descontinuado iPod Classic tinha uma memória de 160GB.

Apesar das melhorias na memória, ferramentas de comunicação e inclusão da realidade virtual, o iPod será em quase tudo o resto semelhante às últimas versões. Em termos de design, as diferenças são quase mínimas. O novo iPod touch tem na mesma o home button, um ecrã de 4 poelgadas e um preço mais baixo do que os iPhone no mercado.

A Apple aproveitou ainda o lançamento do novo produto para promover o Apple Arcade, serviço de subscrição de videojogos da empresa, que foi anunciado em março. A empresa tem apostado neste tipo de serviços e promete aos utilizadores um melhor desempenho em jogos com o novo aparelho. Os gráficos são “mais suaves” e três vezes mais rápidos, face à última versão.

O iPod touch está disponível em cinzento, branco, dourado, azul, rosa e vermelho e já pode ser encomendado em 27 países, incluindo Portugal, anunciou esta terça-feira a Apple.

Apesar de o iPod parecer datado para muitos e uma tecnologia já “nostálgica”, as reduzidas dimensões e preço face aos iPhone ajudam a Apple a manter e atrair novos consumidores. A Apple tem verificado uma quebra na venda do iPhone e Tim Cook, chefe executivo da empresa, aponta o aumento dos preços como a principal causa.

No auge dos iPod, em 2008, a Apple vendeu mais de 55 milhões de unidades, refere o The Verge. Já em 2013, a empresa vendeu pouco mais de 20 milhões. Já não fazem parte do site da Apple e não estão presentes em lojas. Contudo, e como nos mostra a Apple, o iPod pode agora estar de volta.