Rádio Observador

NOS Primavera Sound

Vinhos e arroz de lavagante. Primavera Sound tem bilhete especial com um almoço n’O Gaveto

A 9ª edição do festival, que decorre de 6 a 8 de junho no Parque da Cidade, no Porto, tem disponível um bilhete especial. Quanto à zona da restauração, vai incluir cachorrinhos famosos e éclairs.

ANDRÉ CARRILHO/OBSERVADOR

“Num festival de música não se tem que comer mal”, começa por explicar Pedro Moreira da Silva, elemento da organização do Primavera Sound, dizendo que o objetivo no último dia do evento é proporcionar uma experiência gastronómica fora do recinto.

“Primavera Sound com Arroz do Mesmo” é o nome da experiência gastronómica que acontece em parceria com o restaurante O Gaveto, em Matosinhos, especialista em peixe e marisco e localizado a poucos minutos a pé do Parque da Cidade. Tudo acontece no sábado, dia 8, com um almoço de arroz de lavagante, um dos pratos mais pedidos no restaurante aberto há 35 anos. “Esta é a melhor altura para comer este prato”, garantiu ao Observador João Silva, funcionário d’O Gaveto. A refeição será acompanhada por uma prova de vinhos com direito a uma masterclass orientada pela Douro Boys, associação que reúne cinco produtores vinícolas – Quinta do Vallado, Niepoort, Quinta do Crasto, Quinta Vale D. Maria e Quinta do Vale Meão -, com o propósito de promover a região do Douro.

A iniciativa é limitada a 50 pessoas e o bilhete inclui ainda acesso à zona VIP do festival, denominada Casa de Campo, e custa entre 177€, no caso do passe geral, e 116€, caso seja bilhete diário.

A zona da restauração do recinto vai incluir 46 espaços, onde se destacam algumas novidades. O regresso dos cachorrinhos da Cervejaria Gazela, a primeira vez dos éclairs da Leitaria da Quinta do Paço, dos Bao’s Taiwanese Burger ou das pizzas do Il Fornaio 178.

As sandes de pernil com queijo da serra da Casa Guedes, as bifanas do Conga, os hambúrgueres do Munchie ou os doces e salgados da Padaria Ribeiro são nomes habituais que voltam a marcar presença no festival. No rol de opções constam também açaís, tapiocas, temakis e gelados, mas também operadores internacionais com carnes fumadas, noodles, iguarias tailandesas e carnes argentinas. Todos os espaços terão uma identificação na fachada, dando a indicação se têm pratos vegetarianos, veganos, sem glúten ou sem lactose. Os festivaleiros terão direito a um caderno de provas onde vão poder fazer observações dos pratos que provarem ao longo dos três dias do evento.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)