Se as peças usadas por Meghan Markle costumam voar das prateleiras e sites num abrir e fechar de olhos, a colaboração que se segue tem tudo para não fugir à regra. É no final do ano que os fãs poderão assistir ao resultado de uma parceria com um propósito solidário entre a cadeia de pronto-a-vestir Marks&Spencer e a duquesa de Sussex. A revelação surge no âmbito do projeto que por estes dias une a mulher do príncipe Harry à revista Vogue.

As vendas resultantes da coleção cápsula, com sugestões pensadas para o contexto de trabalho, terão impacte direto na associação Smart Works, de que a duquesa é patrona desde o começo do ano — por cada peça vendida, uma será doada à instituição em causa, que apoia mulheres em busca de trabalho, garantindo assessoria em momentos como uma entrevista decisiva e o que vestir para essa ocasião.

Meghan Markle juntou-se ainda a nomes como a cadeia John Lewis and Partners, Jigsaw e à amiga e designer norte-americana Misha Nonoo (que terá patrocinado o primeiro encontro entre os duques) para levar este projeto de moda por diante.